Breaking News

10ª Caminhada dos Terreiros de Pernambuco acontece nesta terça-feira

A caminhada marca o início das comemorações do Mês da Consciência Negra no Estado.

Publicado em 31/10/2016, às 15h39

A décima edição da marcha pede respeito pelas religiões de origem africana. Foto: Arquivo/ Angélica Souza/ NE10
A décima edição da marcha pede respeito pelas religiões de origem africana.
Foto: Arquivo/ Angélica Souza/ NE10

Editoria de Cidades

É de um dos maiores cartões postais do Recife, a Praça do Marco Zero, que sai a 10ª Caminhada dos Terreiros de Pernambuco, na tarde desta terça-feira (01). A tradicional marcha por respeito às religiões de origem africana abre as comemorações do Mês da Consciência Negra no Estado.

Leia Também

Durante a solenidade, que tem início às 13h, no auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco, no Marco Zero, Bairro do Recife, será realizado o lançamento da programação do mês comemorativo. A concentração para a caminhada tem início às 14h.

A programação, organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, em parceria com a Secretaria-executiva de Segmentos Sociais e a Coordenadoria de Igualdade Racial, vai contar com seminários, fóruns, encontros, conferências, rodas de diálogo, marchas, exposições e festivais em municípios do Grande Recife, Agreste e Sertão pernambucano.

CENSO

Segundo dados do último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 4,9% da população do Estado é negra e 10.830 seguem religiões de origem afro-brasileiras. Desses, 10.588 pertencem ao candomblé e umbanda.

O Mês da Consciência Negra faz alusão aos 320 anos de morte do líder quilombola Zumbi dos Palmares (1695-2015). O dia 20 de novembro foi instituído como Dia Nacional da Consciência Negra pela da lei nº 12.519/2011.

 

 

 

Extraído do site de notícias JC online / Recife – PE
http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/geral/noticia/2016/10/31/10-caminhada-dos-terreiros-de-pernambuco-acontece-nesta-terca-feira-258881.php

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *