Breaking News

Orquestra Alagbé Funfun celebra a primeira edição do Troféu Iyá Nitinha de Osun

Texto: Chave de Ouro / Revisão: Sérgio d´Giyan 18.07.2016 17:56

 

Foto: Chave de Ouro

 

Neste último sábado dia 16 de julho o Axé Sociedade Nossa Senhora das Candeias, localizado em Miguel Couto, Nova Iguaçu, abriu suas portas para celebrar o 1° Xiré Odara, com a entrega do Troféu Iyá Nitinha de Osun, da Orquestra Alagbé Funfun, além das homenagens as iyás que foram o alicerce da casa, Iyá Nitinha de Osun e Vó Florzinha de Nanã.

13695931_663588143794527_1017639505_n

Foram agraciadas as personalidades que contribuíram para o enriquecimento da cultura e das religiões de matriz africana, dentre elas: Mãe Beata de Iyemanjá, Iyá Meninazinha de Osun, Iyalorixá Débora de Osun, os Babalorixás Omorodeci, Antonio Carlos de Oxosse, Marcos Palmares de Yansã, Iyá Adenilda de Osun, Alagbá de Ayrá, o colunista Chave de Ouro, os sacerdotes Mauro de Oxosse, Elias de Logun, Jair do Ogun, a Secretária de Promoção e Igualdade Racial de Nilópolis e pré-candidata a vereadora Ignez Teixeira, os babalorixás Jorge de Ogun, Renato de Obaluaiyé, Marcelo Fritz, Luiz de Yansã e o organizador do Presente de Iyemanjá do Mercadão de Madureira, Sr. Guaracy Coutinho.

Os atabaques orquestrados pelo Alagbé Funfun foram os responsáveis pelo brilho da festa e acompanhavam cada homenageado. Iyá Nitinha de Osun foi celebrada por todos os presentes. Cerca de 400 pessoas estiveram presentes a essa primeira edição do Troféu Alagbé Funfun. O evento já entrou para o calendário e o espaço já não comporta mais a grande massa que apreciava todos os momentos entre a entrega dos troféus e as atrações apresentadas pelo locutor. Os organizadores estão de parabéns pelo grande sucesso do evento.

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *