Breaking News

A Importância do Sincretismo Religioso no Brasil

 
1064457918
Batista de Obaluaiyé
Postado por Batista D'Obaluayê em 19 maio 2014 às 15:30 O sincretismo foi criado pelos escravos, por ser de extrema necessidade naquela época de escravidão, para o próprio desenvolvimento da religião. Sem o sincretismo, os negros escravos não conseguiam a sobrevivência da religião em suas raras modalidades. sincretismoreligioso Os sacerdotes africanos, quando criaram o sincretismo, visaram apenas a sobrevivência da religião yorubana, que era oprimida, convencendo o homem branco da época, que cada orixá convocado a incorporar nos praticantes da religião era santo do céu. E assim conseguiram permissão para celebrar seus atos religiosos com segurança e sem perseguições. Esta perseguição das autoridades da época aos praticantes das religiões yorubanas fez ser criado o sincretismo católico, pois o catolicismo e seus santos são reconhecidos a mais de dois mil anos. É a religião mais antiga do mundo, portanto, sempre foi livre em toda e qualquer parte a sua prática.

saojorgeeogum

Ao Brasil foram trazidos para a popularização dos santos que mais identificavam-se com os deuses. Desta forma, para os adeptos das religiões afro-brasileiras, cada deus yorubano é representado por um santo católico, como por exemplo os que mais se destacaram: São Lázaro, Nossa Senhora da Conceição, São Sebastião, São Jorge e outros. Esses deuses nunca tiveram vida terrena ou material, mesmo quando habitaram a terra, o mundo que hoje é dos humanos. Eles eram deuses formados apenas de força, luz, energia, poder e pela essência da natureza. Ao contrário dos santos católicos que foram seres humanos e habitaram a terra com vida normal, como qualquer outra pessoa, são santos que viveram como seres vivos. Devido ao sincretismo católico, há uma certa coincidência entre as datas que se homenageia os orixás e as que se comemoram os santos católicos. O sincretismo católico foi o responsável pela identidade masculina e feminina dos orixás, pois fez a comparação de cada orixá com o santo ou santa católica que mais identificava-se com cada orixá.

sincretismoumbanda

Exu = Santo Antônio Obaluayê = São Lázaro Oxum =Nossa Senhora da Conceição Oxossi = São Sebastião* Logun-Edé = São Miguel Arcanjo Xangô = São João Batista/São Jerônimo Oxumarê/Bessen = São Bartolomeu Iansã = Santa Bárbara Ogum = São Jorge* Ossâyn = São Benedito Nana-Burukú = Nossa Senhora de Santana Yemanjá = Nossa Senhora da Glória Oxalá = Jesus Cristo Ewá = Santa Luzia Ibeji = São Cosme e Damião Obá = Santa Joana D’arc *SOMENTE NO RIO DE JANEIRO E ALGUNS ESTADOS Referências: Salve São Jorge e Ogum: http://www.imperiodacultura.com.br/site/livros-sobre-candomble-e-um... A Religião dos Orixás: http://www.imperiodacultura.com.br/site/livros-sobre-candomble-e-um...   Extraído do Blog Rede Afro Brasileira http://redeafrobrasileira.com.br/profiles/blog/show?id=2526150%3ABlogPost%3A310157&xgs=1&xg_source=msg_share_post

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Ilé Asé Omin Oiyn, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Hoje, é editor do Jornal Awùre. Diretor Financeiro da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. Colabora com a assessoria de comunicação do PPLE - Partido Popular da Liberdade de Expressão Afro-Brasileira. É sócio diretor na agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *