Breaking News

Acusado de estuprar 68 jovens em ritual satânico é condenado pela justiça

Na decisão, o juiz destacou que o modus operandi do acusado demonstra a forma cruel e desumana com a qual ele atuava

 

naom_570836b4b386d

JUSTIÇA AMAZONAS06:16 – 09/04/16POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Um homem acusado de estuprar 68 meninas com idades entre 13 e 17 anos em ritual de magia negra no Amazonas foi condenado a 28 anos e 8 meses de prisão.

 

Segundo informações do G1, Renata Reis Fragata, de 30 anos, cometeu o crime em dois municípios do estado, ainda em 2014, quando foi preso. Ele confessou à polícia que usava bebidas feitas com sangue de animais e prometia objetos caros para as vítimas dos abusos sexuais.

Na decisão, o juiz destacou que o modus operandi do acusado demonstra a forma cruel e desumana com a qual ele atuava.

“A conduta do acusado é de acentuada censurabilidade, pois, sendo capaz de compreender a ilicitude dos seus atos, preferiu atuar em desacordo com a lei e a paz social”, afirmou o juiz Jorsenildo Dourado do Nascimento.

“O acusado desprovido de qualquer sentimento pela pessoa humana, premeditou todos os delitos narrados na denúncia, com o único objetivo de satisfazer sua necessidade de manter, a todo custo, relações sexuais com menores de idade e mulheres, invocando, por vezes, DEUS e o diabo”, afirmou.

 

Extraído da versão digital brasileira do portal português Notícias ao Minuto
http://www.noticiasaominuto.com.br/justica/208442/acusado-de-estuprar-68-jovens-em-ritual-satanico-e-condenado-pela-justica?utm_source=gekko&utm_medium=email&utm_campaign=daily

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *