Breaking News

AGOSTO DA CONSCIÊNCIA :RECONHECIMENTO DA FORÇA ANCESTRAL – 1ª Edição

945424_372706849516163_322305276_n

 

 

O MAFRO/UFBA realiza a primeira edição do AGOSTO DA CONSCIÊNCIA com o tema RECONHECIMENTO DA FORÇA ANCESTRAL, um mês inteiro de atividades voltadas para refletir sobre questões que necessitam ser debatidas com a sociedade baiana.

Esse programa busca ampliar as ações afirmativas em torno da consciência negra, ampliando o diálogo entre os sujeitos das várias camadas sociais, instituições governamentais e não governamentais, compreendendo que essas ações fazem parte de uma agenda que procura contemplar o debate não apenas no mês de novembro, mas durante outros meses visto que a luta do povo negro em busca da construção ao respeito é uma luta travada cotidianamente nos mais diversos contextos sociais. Assim, AGOSTO DA CONSCIÊNCIA, surge para fortalecer o espaço identitário e de diálogo do Museu Afro-Brasileiro da Universidade Federal da Bahia.

A temática escolhida para essa primeira edição é pautada na Ancestralidade, nas contribuições, legados, histórias e memórias dos nossos antepassados. A Ancestralidade tem uma importância vital para o povo negro, e ações que visem o reconhecimento respeitoso contribuirão para o seu fortalecimento identitário como também a possibilidade de oportunizar uma mudança no olhar de estranhamento dos vários sujeitos que ainda hoje persistem em agir na ignorância nociva e perversa do preconceito contra homens, mulheres e crianças negras deste país.
AGOSTO da Consciência no MAFRO/UFBA inaugura mais um mês de debates e reflexões, compreendendo que a promoção de ações desta natureza contribuem para que o Museu cumpra o que está prescrito na sua missão.

O evento será realizado nas instalações do Museu Afro-Brasileiro, localizado no Terreiro de Jesus, s/nº, Escola de Medicina, em Salvador – Bahia. Mais informações poderão ser obtidas através do telefone 71 3283-5540 e ou pelo e-mail mafro@ufba.br.

 

Programa

05/08 – Reunião preparatória para a intervenção Réquiem aos meninos negros com artistas convidados.
Horário: 16.30
Local: Sala Carybé – MAFRO/UFBA

12/08 -EGUNGUN : ILHA DE ITAPARICA
– Projeção de documentário
Horário 10:30
Local: Sala Carybé – MAFRO/UFBA

12/08 – ARTE E ESTÉTICA NO AFRODOMO -Exposição Temporária
Horário – 17:00

15/08 – II Marcha (Inter) Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro – Abertura Intervenção do MAFRO em apoio a II Marcha (Inter) Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro em 2014
Horário 10:00
Local: Sala Carybé – MAFRO/UFBA

Réquiem aos Meninos Negros – com Padre Gilson Magno Santorum – Intervenção reflexiva sobre o genocídio dos meninos e meninas negras
Local – Sala Carybé- MAFRO/ UFBA

Mesa Redonda – Diáspora , Necropolítica e Reparação
Participantes :
Christien Smith (Universidade do Texas ) Austin EUA – Quilombo Xis Internacional
Andreia Beatriz – Médica, Coordenadora da Quilombo Xis – Ação Cultural Comunitária e da II Marcha Internacional Contra o Genocídio do Povo Negro
Joseph Beasley – CEO da Joe Beasley Foundation(Fundação Joe Beasley)
Horário 14. 30hs

LOCAL – Anfiteatro Alfredo Brito – Faculdade de Medicina da Bahia- Terreiro de Jesus

22/08 – OLHOS DE XANGÔ
Exposição Temporária
Horário 17:00

26/08 – Políticas públicas culturais e ações afirmativas para reconhecimento da ancestralidade

Ailton Ferreira – Superitendente de Direitos Humanos da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Estado da Bahia
Fábio Santana – Fundação Palmares
Horário 16:30
Local: Sala Carybé – MAFRO/UFBA

28/08¬¬ – NEGRART: UNINDO A ARTE ANCESTRAL
1ª Edição- MÚSICA E POESIA
PARTICIPAÇÃO- Sarau da onça , OPANIJÉ, Gabi Guedes e Ifadeiyn Fakoladê
Horário 16:30
Local: Sala Carybé – MAFRO/UFBA

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *