Breaking News

ALEXANDRE KETO CRIA O MURAL BENIN-BRASIL NO SESC VILA MARIANA


Nova obra do artista plástico paulistano pode ser conferida pelo público a partir de 1º de maio

 

 

unnamed
unnamed (1)

A convite do Sesc VilaMariana, o artista plástico Alexandre Keto participa do Projeto Latitudes, apresentando ao público, por meio de sua arte, as semelhanças entre o Benin e o Brasil por meio de suas respectivas expressões artísticas culturais. A pintura mural que retrata esse encontro de culturas poderá ser vista pelo público dia 1º de maio (domingo), a partir das 9h e fica em exposição até 28 de agosto.
O Benin, que se situa na porção ocidental da África e às margens do Golfo da Guiné, foi, entre os séculos 17 e 19, local de onde grandes contingentes de pessoas foram trazidas para o Brasil na condição de escravizadas.

 

Com este mural, a intenção de Keto é propor reflexões sobre esse período histórico, seus desdobramentos na sociedade contemporânea e as mútuas influências culturais entre beninenses e brasileiros.
Keto, por sua vez, é um artista paulistano que desde a infância gostou de desenhar e pintar. Na adolescência, se aproximou do universo do grafite e passou a enxergar a arte urbana como uma estratégia de transformação mais direta e acessível às pessoas. Hoje, o artista desenvolve projetos sociais e comunitários em diversos países, especialmente no continente africano. Além disso, representou o Brasil na 3ª Bienal Internacional de Graffiti Fine Art, realizada em 2015 no Parque do Ibirapuera, na capital paulista.

 

SERVIÇO

Mural Benin-Brasil por Alexandre Keto no Sesc Vila Mariana
Abertura: 1º de maio (domingo), a partir das 9h

Visitação: 1º de maio a 28 de agosto de 2016

Horário: terça a sábado, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 19h30

Local: Sesc Vila Mariana – Térreo (corredor para a Torre B)

Endereço: Rua Pelotas, 141, Vila Mariana

Ingresso: gratuito

Mais informações: (11) 5080-3000 ou www.sescsp.org.br

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *