Breaking News

ANMA participa do I ENCONTRO ESTADUAL PELO DIREITO À COMUNICAÇÃO

A ANMA – Associação Nacional de Mídia Afro participa neste sábado (28), das 9 às 18 hs, do I Encontro Estadual pelo Direito à Comunicação, realizado pela ECO/UFRJ, e FALERIO/FNDC-RJ.

Texto: Sérgio d´Giyan

 

Representantes de entidades e coletivos, ativistas e militantes da democratização da comunicação, sindicalistas, parlamentares, estudantes e acadêmicos, profissionais da comunicação, comunicadores populares e comunitários, midialivristas e blogueiros, vão se encontrar para trocar experiências, analisar a conjuntura, e debater os rumos do movimento pela democratização da comunicação no Brasil e no nosso Estado.

Este evento estadual servirá de preparação para o II Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação, que acontecerá em Belo Horizonte, de 10 a 12 de abril, e cujas inscrições também estão abertas no site do FNDC (www.fndc.org.br).

A ANMA fará a apresentação do tema: “Liberdade de Expressão e Liberdade Religiosa – Religiões afro contra o You Tube (ANMA) e Etnomídia indígena, controle da Informação e das Tecnologias“, no horário das 14h às 15h30, dentro das atividades autogestionadas que compõe o roteiro do evento.

Veja como será a programação do I Encontro Estadual pelo Direito à Comunicação:

9 hs – Abertura política: Parlamentares, líderes sindicais e de movimentos sociais, representantes de entidades e coletivos, farão uma rápida saudação aos participantes do evento.

10:30 hs – Conferência ‘Regulação da Mídia – O Brasil precisa de uma Lei da Mídia Democrática’ – Reflexões sobre a conjuntura das Comunicações no Brasil, e a necessidade de um novo Marco Regulatório das Comunicações: Orlando Guilhon (ARPUB/FNDC); Marcos Dantas (ECO/UFRJ e ULEPICC) e Prfa. Suzy dos Santos (ECO/UFRJ).

13 hs – Almoço.
14 hs – Atividades autogestionadas
17 hs – Plenária Geral e aprovação da Carta do Rio

 

Fonte: Release Blog Fale Rio http://falerio.blogspot.com.br/

unnamed

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Ilé Asé Omin Oiyn, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Hoje, é editor do Jornal Awùre. Diretor Financeiro da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. Colabora com a assessoria de comunicação do PPLE - Partido Popular da Liberdade de Expressão Afro-Brasileira. É sócio diretor na agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *