Breaking News

Após polêmica, diretoria da Band tenta colocar “panos quentes” entre Malafaia e Boechat

Redação Portal IMPRENSA | 24/06/2015 13:00

 

Depois da polêmica envolvendo o jornalista Ricardo Boechat e o pastor Silas Malafaia na última sexta-feira (19/6), na qual o apresentador do BandNews FM teria sido criticado por “afirmar que pastores evangélicos incitam a intolerância religiosa”, a direção da Band teria contatado o líder evangélico para colocar “panos quentes” na intriga.

 

Crédito:Divulgação Emissora tenta acalmar pastor após críticas de Boechat
Crédito:Divulgação
Emissora tenta acalmar pastor após críticas de Boechat

Segundo o blog Outro Canal, da Folha de S.Paulo, a intenção da diretoria da emissoria seria a de controlar a repercussão do caso, já que Malafaia aluga espaços da Band. O pastor, segundo a página, ainda teria ressaltado que procuraria o presidente do canal, Johnny Saad.

A polêmica começou após o líder evangélico utilizar seu perfil no Twitter para desafiar o jornalista para um debate. “Avisa ao jornalista Boechat que ele está falando asneira dizendo que os pastores incitam os fiéis a praticarem a intolerância. Verdadeiro idiota. Desafio Boechat para um debate ao vivo. Falar asneira no programa de rádio sozinho é mole. Deixa de ser falastrão. Não incite o ódio”, diziam os tuítes.

Em seu programa, o jornalista respondeu ao pastor e ressaltou a pregação de intolerância por parte de igrejas neopentecostais. “O Silas Malafaia me desafiou para um debate. Ô Malafaia, vá procurar uma r***. Não me enche o saco. Você é um idiota. Um paspalhão. Pilantra. Tomador de grana de fiel. Explorador da fé alheia. E agora vai querer me processor pelas coisas que eu falei. Você é um tomador de grana. De novo, vá procurar uma r***, usando o português bem claro”, comentou.

Mais tarde, o pastor fez um vídeo comentando a resposta do jornalista, no qual afirmou que irá processá-lo por difamação. Ele ainda voltou a desafiá-lo para um debate. “O jornalista Boechat fez uma acusação generalizada em seu programa. Ele, em seu programa, perdeu a linha, me xingou, me difamou. Eu vou dar uma oportunidade a ele na justiça pra ele provar aquilo que ele disse de mim. O povo vai saber quem é você, Boechat. Tá desafiado pra um debate. Eu vou te engolir, porque você não tem argumento”.

 

 

Extraído do site Portal da Imprensa / São Paulo – SP
http://www.portalimprensa.com.br/noticias/brasil/72916/apos+polemica+diretoria+da+band+tenta+colocar+panos+quentes+entre+malafaia+e+boechat

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *