Breaking News

Arquidiocese de Cartum: A magistratura reveja o caso Meriam

 

Home > Igreja > 2014-06-15 11:13:07

 

1_0_807118“Imploramos a magistratura e as autoridades competentes a rever o caso e a pô-lo termo de forma racional” – este o apelo lançado pela arquidiocese de Cartum, a propósito da questão de Meriam Ibrahim, a mulher detida e condenada sob a acusação de apostasia por se ter casado com um cristão.

“Segundo as autoridades competentes – lê-se numa nota dos bispos enviada à organização “Ajuda à Igreja que Sofre” – Meriam será libertada só se renunciar à sua fé cristã e ao marido, Daniel”.

Actualmente Meriam encontra-se detida e acorrentada na prisão de Omdurman, juntamente com a filhinha nascida na cadeia a 28 de Maio passado e com um outro filho de pouco mais de dois anos. “O seu caso – continua a nota episcopal – será julgado em apelo, mas ninguém sabe ainda qual será a data”.

Dirigindo-se às autoridades nacionais, a Arquidiocese de Cartum recorda que a Constituição do país garante expressamente no artigo 38 a liberdade religiosa e de culto e proíbe a imposição de qualquer religião a quem quer que seja.

“Exprimimos profunda tristeza e desilusão pelo modo como o caso foi gerido no tribunal: sem nenhum respeito pela fé religiosa de Meriam – sublinham os prelados afirmando ainda que o ponto central de toda esta questão é que Meriam não abandonou o Islão para adoptar o cristianismo, pois que nunca foi de religião muçulmana”.

Com efeito, o pai de Meriam, era muçulmano, mas abandonou a família quando ela tinha apenas cinco anos de idade. Ela cresceu, portanto, com a mãe que é cristã ortodoxa, tendo-se depois tornado católica pouco tempo antes de conhecer o marido, Daniel Wani, em 2011.

A nota da Arquidiocese conclui-se com um forte apelo: “À luz das informações fornecidas e para honrar a firme vontade de Meriam de não abandonar a própria fé cristã, imploramos a magistratura e as autoridades competentes no sentido de reverem o caso e de pôr termo de forma racional a isso”.

Extraído do site Rádio Vaticano

http://pt.radiovaticana.va/news/2014/06/15/arquidiocese_de_cartum:_a_magistratura_reveja_o_caso_meriam_/por-807118

Apresentação1

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *