Breaking News

Ateu tira nota 1.000 na redação do Enem sobre intolerância

SEGUNDA-FEIRA, 30 DE JANEIRO DE 2017

 


‘Eu tinha experiência [de ser
 discriminado] para pôr na redação’
O amazonense Kelvin Nunes (foto), 18, foi um dos 77 estudantes que tiraram nota máxima (1.000) na redação “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil” do Enem 2016.
Ele disse que o fato de sofrer intolerância por ser ateu o ajudou na argumentação da redação.

“Eu tinha experiência para colocar na redação.”

Nunes afirmou que ouve com frequência que quem não acredita em Deus é pessoa má porque tem pacto com o demônio.

“Não é assim, não tem nada a ver”, disse, acrescentando que na redação ressaltou que as pessoas têm de respeitar a crença religiosa ou a descrença alheia.

Nunes disse ainda que se preparou para o exame, fazendo uma redação por semana.

Ateus relatam diariamente na rede social o tipo de discriminação sofrido pelo estudante.

Apesar disso, eles são ignorados pela imprensa.

Com informação de Silane Souza, do jornal “A Critica”, com foto de arquivo pessoal. 

 

Extraído do blog do Jornalista Paulo Lopes
http://www.paulopes.com.br/2017/01/ateu-tira-nota-mil-na-redacao-do-enem-sobre-intolerancia.html#.WJTuKl_QfIU

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *