Breaking News

Atividades marcam comemorações do mês da Consciência Negra em Duque de Caxias

30 de outubro de 2015 – 22:09

Baixada Fácil

Atividades marcam comemorações do mês da Consciência Negra em Duque de Caxias

Em comemoração ao mês da Consciência Negra, o grupo de pesquisas A Cor da Baixada, coordenado pelo professor Dr. Nielson Bezerra, preparou uma série de atividades sobre a história, memória e cultura afro-brasileiras na Baixada Fluminense. Na programação, estão palestras, debates, seminários, exposições e tour histórico, que ocorrerão em diversas instituições de Duque de Caxias.

Abrindo o mês, entre os dias 03 e 06/11, ocorrerá o `SHADD Biography Project: Testemunhos de Africanos da África Centro Ocidental na Era do Tráfico de Escravos`. Com palestras, debates e mesas redondas, o evento será realizado no Museu Vivo do São Bento (03/11, à tarde e 04/11 pela manhã); na Feuduc (03/11, à noite); e na Uerj Caxias (04/11, à tarde). Haverá ainda visitas aos arquivos do Rio de Janeiro e um tour histórico ao redor da Baía de Guanabara, além de uma aula pública do renomado africanista professor Paul Lovejoy (York University, Canadá), na Feuduc, no dia 03/11, às 19h.

Durante todo o mês de novembro, também estará aberta à visitação a exposição `Kumbukumbu: África, Memória e Patrimônio na Baixada Fluminense´, na Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (Uerj Caxias), com a curadoria da professora Mariza Soares (UFF/Museu Nacional), em sua segunda edição.

A exposição, que em 2014 foi exibida na Biblioteca Municipal Gov. Leonel Brizola, também em Duque de Caxias, traz uma nova oportunidade para a população caxiense conhecer um pouco da herança africana da Baixada Fluminense. Organizada em parceria com o Museu Vivo do São Bento e o Museu Nacional, a mostra ´Kumbukumbu´ foca no patrimônio e na memória dos africanos, levantando um debate sobre a necessidade de se entender o quanto há de África na Baixada para construir diariamente a memória da região.

Outra exposição com a temática da herança africana está sendo inaugurada na Biblioteca Municipal Gov. Leonel de Moura Brizola, no Centro de Duque de Caxias. Com visitas abertas de segunda a sexta no horário comercial, ´Vida na Fé: Centenário de Iya Regina de Bangbosé´ exibe a trajetória de uma importante liderança do candomblé na cidade de Duque de Caxias. A mostra enfoca a tradição, a memória e a herança yorubá na região a partir da religiosidade e da cultura.

Ainda como parte das comemorações, o programa de formação continuada ´Os Segredos da Cabaça: Patrimônio e Cultura Afro-Brasileira´ ocorrerá no Sesc Duque de Caxias, organizado em torno de três atividades distribuídas ao longo do mês. Nos dias 11, 18 e 25 de novembro, serão ministradas palestras do professor Nielson Bezerra; nos dias 17, 18 e 19, acontecerá o seminário ´Patrimônio e Cultura Afro-Brasileira´, em homenagem às tradições do candomblé na cidade; por fim, nos dias 07, 14, 21 e 28, haverá estudos de campo sobre o ´Os lugares de memória afro-brasileira na Baixada Fluminense´, também com o professor Nielson Bezerra.

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público. A inscrição é necessária apenas para o programa de formação continuada ´Os Segredos da Cabaça: Patrimônio e Cultura Afro-Brasileira´. Ela pode ser feita pelo telefone: 21 3659-8412 (Sesc Caxias).

Extraído do site Baixada Fácil / Rio de Janeiro – RJ
http://baixadafacil.com.br/cultura/atividades-marcam-comemoracoes-do-mes-da-consciencia-negra-em-duque-de-caxias-3432.html

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *