Breaking News

Babalorixá prevê que Brasil vence a Croácia, mas não será hexa

 

Oscar de Oxalá fez previsões sobre a participação da seleção na Copa do Mundo.

Leilane Nunes – Cidadeverde.com – 12/06/2014, às 14:09

 

O babalorixá Oscar de Oxalá, aos seus 30 anos de experiência no candomblé, previu hoje (12), dia da abertura do Mundial de Futebol, que a seleção brasileira não conseguirá vencer. “Estou vendo um lado muito negativo para dizer hoje que o Brasil é hexa. Agora, a energia pode mudar. No momento, nessa energia, está dizendo que não. Precisamos de um crescimento, vitória sobre vitória. Isso vai empolgar a seleção”, revelou em entrevista ao Jornal do Piauí.

oxala1 (1)
(fotos Wilson Filho/Cidadeverde.com)

Porém, Oscar firma que para os primeiros jogos a vibração energética é favorável à seleção. “O que a gente vê é que o Brasil está muito bem colocado e há um crescimento bom até as quartas de final, há um crescimento grande”, afirmou.

Para o jogo de hoje, Brasil x Croácia, o placar deverá ser favorável à seleção canarinho, com dois gols de diferença.

oxala3

O babalorixá assegura que a fé e o pensamento positivo do povo é muito importante para que a seleção possa reverter a negatividade vista em torno da última partida. “Odum não é negativo para a seleção. Mas tem que ter muito cuidado porque não tem uma energia muito positiva. O Brasil chega a final. A fé move até montanhas. Isso contribui muito para a força da nossa seleção. Não vejo o Brasil já vitorioso. Por isso a força do povo é muito importante”, disse.

Jogador destaque
Os jogadores brasileiros não devem aparecer em maior destaque neste mundial. “O Brasil não vai ter esse destaque apesar de termos grandes nomes. Pode ser o Messi, da Argentina. As energias estão muito boas para ele”, comentou.

oxala2

 Extraído do site Cidade Verde Amarela

http://www.cidadeverde.com/cvamarela/2014/06/12/babalorixa-preve-que-brasil-vence-a-croacia-mas-nao-sera-hexa/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *