Breaking News

Babalorixá prevê um 2015 “de fartura”

por Albenísio Fonseca

Publicada em 31/12/2014 11:33:13

Publicação1
Foto: Reginaldo Ipê André Nery, de 41 anos, filho de Ogun

 

“O prefeito ACM Neto encontrará dificuldades na relação com o Governo do Estado no primeiro semestre de 2015, mas saberá usar suas habilidades políticas para estabelecer aproximação e, no segundo semestre, as relações políticas com o Governo Rui Costa serão bastante saudáveis, tanto para a gestão municipal quanto para a cidade”.

A previsão – dentre um conjunto de outras e em várias áreas – foi feita pelo babalorixá André Nery, de 41 anos, filho de Ogum, com 17 anos de santo dentro do candomblé e há 10 anos atuando como oráculo.

Os búzios estão lançados. O jogo de Ifá envolve 16 peças em búzios e alguma semente, a depender do fundamento do pai de santo. Segundo o Pai André, “embora se possa fazer previsões, somente no dia 1º de janeiro se saberá com exatidão quais os orixás que regerão o novo ano”.

Isso, porque, segundo ele, “o primeiro dia do ano é de Oxalá – orixá maior dentro da hierarquia da religião de origem afro-brasileira – e a quem se tem de pedir licença para saber quais os orixás – o de frente e seus auxiliares – que comandarão o ano”. Ele revelou, ainda, que “o orixá do período nunca vem só. Sempre está acompanhado, às vezes, inclusive, por Exu, que abre os caminhos”, disse.

Ainda que “um lance de búzios jamais possa abolir o acaso”, para parodiar frase do poeta francês Charles Baudelaire (1821-1867) a propósito do jogo de dados, o babalorixá baiano garantiu que “o Governo do Estado encontrará dificuldades na organização da gestão em seu primeiro ano à frente dos destino da Bahia”.

Conforme a previsão, “somente a partir de 2016 as coisas estarão mais ajeitadas” na máquina pública. Sobre a economia, de modo geral, Pai André evocou Xangô, que respondeu através do Ifá: “Será um ano de fartura mas, ao mesmo tempo, não será muito bom para o povo. As pessoas precisarão se organizar melhor na relação com o dinheiro, contendo impulsos para os gastos, a fim de evitar que ocorram muitas lamentações durante o ano”.

Sobre a economia e a política no novo governo da presidente Dilma Rousseff, ele evocou Iansã ao fazer o jogo adivinhatório e, contrariando expectativas, a resposta advinda foi a de que “2015 será um ano melhor que 2014”.

Conforme o pai de santo, “com novas personalidades assumindo comandos na estrutura de poder no país, a tendência é de que busquem apresentar iniciativas amplas, até mesmo no afã de mostrar serviço, o que deve, sim, mudar o cenário”, avaliou.

Iansã, contudo, conforme o babalorixá, “não quis falar sobre tragédias em 2015”. Mas previu “grandes avanços na área da Ciência, notadamente na Medicina”. No entender dele, “isso sinaliza, também, o quanto as pessoas devem dar mais prioridade para os cuidados com a saúde”.

Na mesa do Ifá, entre “favas de axé e pedras de Otá”, para fortalecer a atração dos orixás e a vidência do oráculo, ficou demonstrado que a dupla BA-VI não conseguirá sair da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol no próximo ano. “Será um período de reformulações nos dois maiores clubes do estado, mas não lograrão, ainda, passar à Primeira Divisão”, previu.

Ao final da sessão de previsões, Oxum e Exu confirmaram as previsões do pai de santo que é empresário bem-sucedido no ramo de peças religiosas.

 

 

Extraído do site do Jornal Tribuna da Bahia / Salvador-BA
http://www.tribunadabahia.com.br/2014/12/31/babalorixa-preve-um-2015-de-fartura

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *