Breaking News

Balé Folclórico da Bahia apresenta “Herança Sagrada – A Corte de Oxalá”

Postado em 19/04/2017 às 16:01 por Gabriela Flores* em Cultura  0

 
Por Gabriela Flores*

 

Divulgação
BFB

Beleza, plasticidade, elasticidade, técnica e leveza. Essas são apenas algumas definições para descrever o talento que os bailarinos do premiado Balé Folclórico da Bahia (BFB) vão mostrar ao público alagoano no próximo sábado, dia 22 de abril, no palco do Teatro Gustavo Leite – Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso – Centro de Convenções.

Considerada a única companhia profissional de dança folclórica do país em atividade, o BFB vai apresentar o espetáculo “Herança Sagrada – A Corte de Oxalá”.  No espetáculo, que já foi aplaudido nos Estados Unidos, Europa, Caribe, Oceania e África, os bailarinos reproduzem com fidelidade sequências de movimentos de alguns dos mais importantes rituais do Candomblé, numa coreografia baseada em danças do culto afro-brasileiro.

No palco, 26 bailarinos, músicos e cantores apresentam movimentos vibrantes e sonoridade arrebatadora. A segunda parte do espetáculo reúne coreografias clássicas do repertório do Balé, que traduzem as mais importantes manifestações folclóricas baianas, em “Puxada de Rede”, “Capoeira” e “Samba de Roda”, além de “Afixirê”, coreografia inspirada na influência dos escravos africanos na cultura brasileira.

“A turnê está alinhada com o nosso objetivo de tornar o Balé, que já é consagrado internacionalmente, conhecido pelos brasileiros”, afirma Vavá Botelho, fundador e diretor geral da companhia.

O Balé arrebatou a admiração da poderosa Anna Kisselgoff, crítica de dança do The New York Times. “O prazer dos dançarinos, músicos e cantoras em fazer o que eles fazem sobre o palco é tão obviamente parte da vida deles que contagia todo o teatro”, escreveu Kisselgoff. “Eu já assisti seus maravilhosos bailarinos em diferentes países, sempre se comunicando com o público. Crianças e adultos são tomados de imediato pelos ritmos e encantos de sua arte”, declarou a jornalista numa das suas criticas para o jornal norte-americano.

Reconhecida pela Associação Mundial de Críticos como a melhor companhia de dança folclórica do mundo, o Balé Folclórico da Bahia já formou mais de 700 bailarinos. A maioria deles de origem muito simples, que aprenderam os primeiros passos de dança no Balé e hoje brilham em grandes companhias internacionais do mundo. “Além do trabalho artístico, temos uma função social”, afirma Vavá Botelho.

O espetáculo integra a turnê Nordeste do grupo com o patrocínio de “O Boticário na Dança” e do Governo do Estado da Bahia, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado.  A turnê foi iniciada em novembro passado, na cidade de Santo Amaro, no interior da Bahia.

SERVIÇO:

Balé Folclórico da Bahia

Espetáculo  Herança Sagrada – A Corte de Oxalá

Teatro Gustavo Leite (Centro de Convenções)

Sábado – 22 de Abril, às 21h

Ingressos:  R$ 70,00  (inteira) e R$ 35,00 (meia-entrada)

Vendas on line: www.eventim.com.br

Loja Alethia

  • Maceió Shopping – térreo
  • Parque Shopping – 1º andar

Formas de pagamento: Cash / débito / crédito

Info: 82 3235-5301

Site: www.suechamusca.com.br / www.bailepitanguinha.com.br

E-mail: info@suechamusca.com.br

Face: fb.com/suechamusca

Instagram: @suechamuscaoficial

WhatsApp: 82 99928-8675

*Com assessoria

 

 

Extraído do site de notícias Cada Minuto / Maceió – AL
http://www.cadaminuto.com.br/noticia/302503/2017/04/19/bale-folclorico-da-bahia-apresenta-heranca-sagrada-a-corte-de-oxala

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *