Breaking News

Bolsonaro faz a ameaça de instituir um Estado cristão

outubro 21, 2017

 

‘Não tem essa historinha
 de Estado laico’

Quem tem um mínimo de apreço pelo Estado laico deve começar desde já a se opor abertamente à candidatura de Jair Bolsonaro (foto) à Presidência da República.

Por um motivo óbvio: Bolsonaro é um inimigo declarado da separação entre Estado e Igreja.

Em fevereiro de 2017, em Campina Grande (PB), ele disse isto: “Não tem essa historinha de Estado laico, não. O Estado é cristão, e a minoria que for contra, que se mude”. [ver vídeo abaixo].

Essa declaração de intolerância religiosa tem de ser levada a sério, porque Bolsonaro, embora folclórico, tem, neste momento, chances de se eleger. Ele aparece no segundo turno das eleições presidenciais em todas as pesquisas.

É preciso, portanto, alardear que Bolsonaro é um candidato do retrocesso à Idade Média. 

É bem verdade, já se sabe, que não haverá nenhum candidato a presidente que faça uma firme defesa do Estado laico, de modo a deixar claro que a Igreja e lideranças religiosas não podem se meter na administração pública.

Os candidatos, sem exceção, vão agradar as lideranças religiosas, na expectativa de obter os votos do rebanho. 

Tem sido assim e assim continuará.

Mas Bolsonaro, diferentemente, já se assumiu como um “aitolá”, alguém que, maluco como é, como o Trump, tentará colocar em vigor uma sharia, se eleito. 

Nos Estados Unidos, as instituições democráticas têm resistido a Trump, mas no Brasil, onde se compra parlamentares a baciada, há dúvidas de que haja o mesmo em relação a Bolsonaro.

O Estado laico brasileiro tem sido bombardeado intensamente nos últimos anos, inclusive pelo próprio Supremo Tribunal Federal, que defenderia defendê-lo.

Por isso, o Estado laico ele tem de ser defendido contra depredadores como Bolsonaro e outros. Agora mais do que nunca.

Extraído do blog do jornalista Paulo Lopes
http://www.paulopes.com.br/2017/10/bolsonaro-faz-ameaca-de-instituir-um-estado-cristao.html#.We6UJGhSzIU

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *