Breaking News

Busto de Chico Xavier é alvo de intolerância religiosa, diz filho

O filho do médium mostrou o vandalismo que o busto de Chico Xavier sofreu

por Redação

02/10/2017  14:31

 

Créditos: reprodução/Facebook/Euripedes Higino
Busto de Chico Xavier depredado em Uberaba (MG)

Uma homenagem feita ao médium Chico Xavier foi alvo de vandalismo no último sábado, 30, em Uberaba (MG).

O filho dele, Euripedes Higino, publicou imagens que mostram como o busto foi atacado – e só não foi mais depredado porque conta com uma proteção de vidro.

O artefato fica no cemitério São João Batsta, que está abandonado, diz Higino. Veja a postagem:

Ele falou ao G1 que o ataque foi motivado por intolerância religiosa e desabafou sobre o descaso com seu pai:

“Desagradável. Isso foi maldade, vandalismo. Não acredito que iriam roubar, não. Imagine como a gente fica quando algo assim acontece. Mesmo que fosse um ser humano qualquer, já ficaríamos tristes; agora imagina sendo com o meu pai, Chico Xavier, que nunca mexeu com ninguém e é referência de caridade e bondade”.

Higino disse ao mesmo site que não registrou boletim de ocorrência porque “não adianta”, e que agora colocará uma grade ao redor do vidro.

A direção do cemitério afirmou que se ofereceu para trocar o vidro quebrado, mas reconheceu que não há vigilância constante para inibir ações do tipo.

Nesta segunda-feira, 2, Higino publicou nas redes sociais imagens do início do conserto do vidro:

 

Extraído do site Catraca Livre
https://catracalivre.com.br/geral/cidadania/indicacao/busto-de-chico-xavier-e-alvo-de-intolerancia-religiosa-diz-filho/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *