Breaking News

Cabeleireiro cria ‘Esponja Magic’ e vira sucesso em salões e barbearias do Rio

 

Paulo Roberto da Silva ainda comanda fábrica que produz 500 unidades por semana Foto: Hermes de Paula / Agência O Globo

Bruno Dutra

Publicado em15/08/17 16:50Atualizado em15/08/17 17:34

 

“É mais do que um mero produto ou um negócio, é uma ferramenta de transformação e empoderamento da cultura e da beleza negra”. A afirmação, dita com a segurança de quem tem feito sucesso e crescido no mercado de beleza afro, é feita pelo empreendedor e cabeleireiro Paulo Roberto da Silva. Aos 32 anos, ele começa a colher os frutos de uma boa ideia que surgiu há dois anos e, hoje, é sucesso em Madureira, na Zona Norte do Rio, e tendência no mercado de beleza afro.

Criador da Esponja Magic, usada para penteados afros, o objeto é essencial para criar o efeito que ele chama de nudread, penteado que tem feito a cabeça de homens e mulheres. — A esponja deixa o cabelo estiloso, como se fosse um dread, porém com um efeito natural e superfácil de fazer — conta.

A ideia de usar uma esponja como instrumento de trabalho nasceu em 2015. Desde então, após usar até esponjas de cozinha para usar nos penteados, Paulo Roberto resolveu arriscar e empreender. Depois de muito estudo e observação, nasceu o objeto que hoje é referência em dezenas de barbearias e salões especializados em beleza afro.

Atualmente, além da barbearia, que divide espaço com a própria loja para vender a esponja, que tem marca registrada, Paulo ainda precisa comandar a fábrica do produto, que produz cerca de 500 esponjas por semana.

— O uso da esponja para estilizar o cabelo afro já existia em outros países, mas era novidade e não existia no Brasil. Então resolvi começar com a esponja de cozinha e, em uma espécie de ‘click’, decidi criar o meu próprio produto, com a cara do brasileiro. Hoje, além do salão, comando a fábrica. É com muito orgulho que vejo o produto fazendo sucesso, com vários salões e barbearias usando — diz.

A receita para o sucesso no empreendedorismo porém, não é apenas criatividade. Para especialistas, novidades precisam estar aliadas à observação, para que um nicho de mercado específico seja identificado com suas necessidades.

— A chave para manter o sucesso é sempre estar ligado a novas tendências — destaca Edgard Barki, coordenador do Centro de Empreendedorismo da Fundacão Getúlio Vargas (FGV).

ALÉM DAS BARBEARIAS

Mais do que nunca as pessoas estão preocupadas com a beleza, investindo na aparência. Tanto que disparou a quantidade de salões que oferecem serviços diferenciados, para além dos tradicionais barba, cabelo e bigode. Hoje, essas barbearias, chamadas de retrô, destacam-se no mercado com bares dentro do espaço, Dia do Noivo e outros tratamentos estéticos para os homens, como camuflagem de fios grisalhos, massagens e depilação.

Segundo dados da Hair Brasil, empresa especializa em produtos de beleza, atualmente esse mercado tem se reinventado para resgatar um público que antes estava sumido de salões e barbearias, especialmente os homens. Para isso, muitos negócios até promovem atrações dentro do salão, como transmissão de jogos de futebol, presença de engraxates, feijoadas e até exposições. Além disso, o mercado voltado para homens está em expansão.

— Nos últimos cinco anos, o segmento de produtos masculinos no Brasil cresceu 16%. Somos o segundo maior consumidor do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos — explica Jeferson Santos, diretor da empresa Hair Brasil.

DICAS PARA ENTRAR NO MERCADO DA BELEZA

 

ATENÇÃO

Identificar um nicho de mercado que precisa ser preenchido é o primeiro passo para empreender. Depois, é importante identificar as necessidades do público-alvo.

INOVAR

Criar produtos diferenciados, que atendam às necessidades do seu público, é extremamente importante. Para isso, você precisa estar atento ao mercado e se antecipar às novidades.

OPORTUNIDADE

O mercado de beleza está em constante crescimento, mesmo diante da crise. Isso se deve porque o brasileiro é muito ligado a questões estéticas. Aliar essa demanda ao investimento inicial no setor, que não é muito alto, pode ser a receita do sucesso.

DINHEIRO

O empreendedor precisa saber que o investimento em salões de beleza ou barbearias não é muito alto no início. Por isso, é preciso identificar um bom espaço e buscar ferramentas de trabalho mais em conta no mercado. Hoje, a variedade de marcas dá a oportunidade de conseguir bons preços para começar o negócio.

PERSPECTIVA

Estima-se que, para começar um negócio pequeno no setor, seja necessário um investimento inicial de R$ 5 mil a R$ 10 mil. Porém, esse custo pode cair se o negócio começar em casa, por exemplo, ou se o atendimento for a domicílio no início, opção de muitos que começam no ramo.

PROFISSIONAL

Vale lembrar que serviços de qualidade geram propaganda positiva, o que é muito importante para quem está começando um negócio.

 

Extraído do site do Jornal Extra / Rio de Janeiro – RJ
https://extra.globo.com/emprego/cabeleireiro-cria-esponja-magic-vira-sucesso-em-saloes-barbearias-do-rio-21708872.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *