Breaking News

Câmara de Blumenau aprova moção de repúdio contra evento escolar

Motivo é a inclusão de discussões sobre diversidade de gênero

  • Por Redação / 24/10/2017 / 20:00
Decisão teve apoio da maioria dos parlamentares. Foto: Jessica de Morais/Câmara de Blumenau

 

 

A Câmara de Vereadores de Blumenau aprovou nesta terça-feira moção de repúdio a um evento que será realizado na Escola Estadual Professora Elza Pacheco no dia 14 de novembro. Trata-se do ciclo de palestras que encerra o Festival de Cinema Elza Pacheco, 2017. Na ocasião, estão previstas palestras sobre diversidade religiosa, cultura afro-brasileira, cultura do Oriente Médio e cultura indígena. Mas o que causou a revolta dos vereadores foi a inclusão do tema “diversidade de gênero”.

Os organizadores criticaram a decisão. Segundo ele, os próprios alunos escolheram a temática desta edição.

Para o vereador Marcos da Rosa (DEM), autor da moção, “o tema, que não tem amparo científico, e que foi rejeitado em nosso país, não deve ser introduzido de forma velada no ambiente escolar por ativistas ideológicos de gênero, contrariando e desrespeitando o Poder Legislativo brasileiro”. O parlamentar pediu o cancelamento do evento.

Três vereadores foram contrários: Bruno Cunha (PSB), Ito de Souza (PR) e Professor Gilson (PSD). Adriano Pereira (PT) absteve-se. Os demais decidiram repudiar o evento.

Outro evento, mesma moção

Moção de texto idêntico proposta pelo vereador Marcos da Rosa repudia o evento “Diversidade de Gênero e Sexualidade: O papel da família, da sociedade e da escola”, que será realizado no GPE Educacional, conhecido como Pontinho Estudantil, na Ponta Aguda.

 

Extraído do site O Município / Blumenau – SC
https://omunicipioblumenau.com.br/camara-de-blumenau-aprova-mocao-de-repudio-contra-evento-escolar/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *