Breaking News

Candidato do PSOL diz que valorização dos terreiros de candomblé é prioridade

 

por Guilherme Reis

Publicada em 08/08/2014 00:43:00

http://www.psolbahia.com.br/?p=987# ASCOM PSOl-BA\ Fotos\ Jaqueline Barreto
ASCOM PSOl-BA\ Fotos\ Jaqueline Barreto

Valorizar as culturas de matriz africana será uma das prioridades de Marcos Mendes, postulante ao Palácio de Ondina pelo PSOL. Ao longo da semana, o socialista visitou terreiros de candomblé regidos pelo caboclo Sutão das Matas, que declararam apoio ao candidato.

Para Mendes, o poder público precisa criar mais políticas que atendam essas áreas. “O Estado tem a obrigação de fazer a regularização fundiária. Muitos desses locais sagrados estão sendo massacrados pela especulação imobiliária. Esse abandono reflete o racismo institucional do Brasil”, declarou.

Em entrevista à Tribuna, o candidato afirmou que lutará contra a intolerância religiosa: “Da mesma forma que respeitamos o catolicismo, o protestantismo e o espiritismo, respeitamos o candomblé, que não é reconhecida como religião. Além disso, não tem regularização fundiária e isenção de impostos. É uma luta pelos direitos”.

Na manhã de ontem, Mendes participou de um bate-papo na rádio Cajazeiras Notícias, onde abordou temas como a mobilidade na região. “Gastei quase duas horas da Boca do Rio até lá. Teve engarrafamento. Alguns motoristas que vêm da BR passam por dentro do bairro. A população sempre pediu aos governos que isso parasse de acontecer, mas nunca foi atendida. Esse será um dos nossos compromissos”, assegurou.

O socialista também garantiu que fará projetos de mobilidade, o que inclui a revitalização das linhas ferroviárias da Suburbana, beneficiando também as regiões de Valéria e Águas Claras.

A Yalorixá Mãe Cleusa, do Centro Sutão das Matas, de Pernambués, diz que o preconceito contra religiões como o candomblé precisa ser freado. Para ela, isso deve acontecer se Mendes for eleito. “Meu terreiro vai apoiar a campanha de Marcos Mendes porque acreditamos que no Governo do PSOL o Povo de Santo será mais respeitado e valorizado”, acredita.

No turno da tarde, o socialista entrou em estúdio para gravar programas eleitorais.

Já a candidata pelo PSTU, Renata Mallet, reservou o dia apenas para reuniões com a equipe de campanha, e Rogério Tadeu da Luz (PRTB) concedeu entrevistas a veículos de imprensa.

 

Imagens: site do PSOL BA / /www.psolbahia.com.br/?p=987#

 

Extraído do site Jornal Tribuna da Bahia

http://www.tribunadabahia.com.br/2014/08/08/candidato-do-psol-diz-que-valorizacao-dos-terreiros-de-candomble-prioridade

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *