Breaking News

Candomblé da Bahia é retratado em exposição com obras de Carybé

4.12.2016 / 08:00

 

Imagem da mostra “Carybé: As Cores do Sagrado” || Créditos: Divulgação
Imagem da mostra “Carybé: As Cores do Sagrado” || Créditos: Divulgação

As tradições do candomblé da Bahia vão ser retratadas em exposição. Com 50 obras do artista Carybé, a Caixa Cultural São Paulo abre a mostra “As Cores do Sagrado” a partir do dia próximo dia 10. A curadoria é de Solange Bernabó, filha de Carybé. A exposição já passou por Salvador, Recife e Rio de Janeiro. “Essa mostra não retrata o lado místico, fruto da imaginação de Carybé. Antes disso, é uma representação da realidade, a partir da observação do que, de fato, acontecia nos terreiros. Ele retratava com respeito e beleza as práticas da religião”, explica Solange.

As imagens foram produzidas ao longo de 30 anos de pesquisas, entre 1950 e 1980, e são registros de vivências pessoais do artista nos terreiros que frequentava. As casas estão entre as mais tradicionais da religiosidade de matriz africana, na tradição nagô, jeje e angola. Uma vez que não é permitido filmar ou fotografar cerimônias do candomblé, a memória fotográfica de Carybé foi o seu principal recurso para retratar com exatidão e riqueza de detalhes as práticas, desde os ritos de iniciação, passando pelas festas e incorporação dos orixás até os rituais fúnebres, em uma sequência didática dos cultos envolvidos.

 

Argentino de nascimento, carioca de criação e baiano por opção, Carybé foi um dos mais produtivos e inquietos artistas que o Brasil abrigou. Abaixo, imagens da mostra.

\"As Cores do Sagrado\" Créditos: Divulgação

\"As Cores do Sagrado\" Créditos: Divulgação
\”As Cores do Sagrado\” Créditos: Divulgação
\"As Cores do Sagrado\" Créditos: Divulgação
\”As Cores do Sagrado\” Créditos: Divulgação
\"As Cores do Sagrado\" Créditos: Divulgação
\”As Cores do Sagrado\” Créditos: Divulgação

 
“Carybé: As Cores do Sagrado”
Onde: Caixa Cultural São Paulo  -Praça da Sé, 111 – Centro
Abertura: 10 de dezembro de 2016 (sábado), às 11h
Visitação: 10 de dezembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017  -terça-feira a domingo – 9h às 19h

 

Extraído do site Glamurama / São Paulo – SP
http://glamurama.uol.com.br/candomble-da-bahia-e-retratado-em-exposicao-com-obras-de-carybe/#6

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *