Breaking News

Casa da Memória Negra será inaugurada sábado

23/08/16 | Equipe Online – online@jcruzeiro.com.

 

A mostra será apresentada no Museu da Cidade de Salto - DIVULGAÇÃO
A mostra será apresentada no Museu da Cidade de Salto – DIVULGAÇÃO

Será inaugurada no próximo sábado, dia 27, às 18h, a Casa da Memória Negra de Salto (SP). Trata-se de um projeto multimídia que pretende revelar as experiências vivenciadas por famílias negras da cidade de Salto em um ambiente interativo, unindo a tradição da cultura afro-saltense com videoinstalações. A proposta é fazer uma leitura sobre a constituição de um espaço cultural específico da população negra em Salto, a partir das narrativas e do patrimônio material e imaterial produzidos por ela. Os visitantes conhecerão um ambiente imersivo que os levará a uma viagem no tempo e nos temas mais importantes da cultura afro-saltense. A mostra será apresentada no Museu da Cidade de Salto – Ettore Liberalesso, que fica na rua José Galvão, 104, no Centro.

De acordo com os organizadores, esse projeto foi um dos ganhadores da Bolsa Funarte para Artistas e Produtores Negros de 2014.

“Conhecer o jeito de ser e viver das famílias negras moradoras da cidade de Salto, a partir de seu cotidiano, é a proposta central dessa exposição. Trata-se de refletir sobre as experiências vivenciadas por esse grupo, a partir de sua identidade, ancestralidade e memória”, informa a organização. Entre os contextos a serem abordados no espaço estão a origem bantu da maioria dos africanos escravizados na região sudeste brasileira; Salto como rota de fuga de escravos; população negra livre e escrava no final no período colonial; Sagrado e profano: fé, festas e comidas; a inserção do negro na sociedade de classes: indústria e ambiente urbano; as crianças se divertem: brincadeiras de infância, lendas e contos.

A criação e direção geral do espaço é de Lilian Solá Santiago, cineasta, documentarista e mestre em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo, com graduação em História pela mesma Universidade. A historiadora responsável é Claudete de Sousa Nogueira, doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e mestre em História pela Universidade Estadual Paulista. Ela desenvolve Projetos de Pesquisa e Extensão envolvendo a temática da diversidade étnico-racial e é co-autora do livro Memória afro-brasileira em Itu resultado de pesquisa feita com relatos inéditos de afro-brasileiros contemporâneos, moradores locais, sobre a vida de seus ancestrais que viveram na cidade nos séculos XIX e XX. O videomapping é Fernando Timba, formado em direção Cinematográfica pela Academia Internacional de Cinema. E, finalmente, a direção de Arte e produção executiva são de Andreia Vigo, realizadora audiovisual, curadora e produtora executiva de projetos de arte e cultura. Formada em Comunicação Social (Rádio e TV), pela Universidade Federal do Mato Grosso, tem especialização em História da Arte Moderna e Contemporânea pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, e 20 anos de experiência na realização de filmes, festivais e mostras de cinema, exposições de arte e eventos multimídia.

 

Extraído do site do Jornal Cruzeiro do Sul / Sorocaba e Região – SP
http://www.jornalcruzeiro.com.br/materia/724730/casa-da-memoria-negra-sera-inaugurada-sabado

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *