Breaking News

Casa de 86 m² tem arquitetura inspirada na cultura afro-brasileira e decoração rústica

A cabaninha em Lagoa Santa, Minas Gerais, mistura elementos díspares em plena harmonia e de quebra proporciona uma conexão com a natureza local

30/11/2016| POR PAULA JACOB; FOTOS DIVULGAÇÃO

 

casa-eugenia-joao-diniz8
Minas Gerais é conhecida, para além da culinária indiscutível, como um pólo arquitetônico rico e natureza local idem. Dessa pequena curiosidade nasceu a inspiração perfeita para a elaboração da casa Eugênia, assinada pelo arquiteto João Diniz e o artista plástico Jorge dos Anjos. A residência fazia parte do projeto Sensações, de George Hardy, que teria idealizado um hotel-fazenda na Serra do Cipó, com chalés feitos por diferentes arquitetos e artistas. Contudo, apesar da ideia ter ganho a Bienal de Arquitetura (1993), nunca saiu do papel. O que não desanimou João e Jorge.

Ambos os criativos se uniram e, em 1999, com auxílio da esposa de Jorge dos Anjos, Eugênia, eles conseguiram dar vida ao rascunho feito em 1992. Levando o conceito para um condomínio residencial em Lagoa Santa, nasceu então a Casa Eugênia. As referências afro brasileiras do trabalho de Jorge foram o ponto de partida para o desenvolvimento da casinha, inclusive o seu formato, imitando uma cabana.

casa-eugenia-joao-diniz3

“A ideia principal era conceber uma casa pequena, que tivesse uma área bem aproveitada e tivesse uma sinergia boa com a natureza”, comenta João Diniz. Para tanto, o primeiro andar ficou nivelado com o gramado. As janelas de vidro não só trazem a iluminação natural para o interior, como também dão a sensação de pertencimento do exterior dentro dos espaços da casa.

casa-eugenia-joao-diniz9

Aproveitando o melhor do ambiente da Lagoa Santa, não só no quesito paisagem inebriante, o arquiteto e o artista plástico desenvolveram uma estrutura híbrida para a casa. Feita de tubos e telhas metálicas reaproveitadas de uma fábrica, eles ainda firmam o conceito de sustentabilidade na arquitetura – inclusive discutido durante a Casa Vogue Experience. Como a estrutura é voltada para um lado só, com janelas altas, a ventilação é ascendente e refresca todo o interior. Mesma lógica para a iluminação natural. O telhado metálico em formato sanduíche (duas telhas paralelas e uma camada de isopor no meio) ainda garante o conforto termo-acústico.

casa-eugenia-joao-diniz5

Dentro, o espaço para um (ou dois) é integrado, como um único cômodo, tirando o banheiro. A integração orgânica dos ambientes ganha decoração rústica, inspirada nas raízes brasileiras. O piso de madeira ainda aquece os espaços. O quarto do casal fica no piso superior, com uma varanda generosa para aproveitar a vista da lagoa.

casa-eugenia-joao-diniz4

A Casa Eugênia é mais uma prova de que não precisa de um orçamento alto para realizar um projeto de personalidade e sustentável. Mesmo tendo sido elaborado em 1992, ele se faz bem atemporal e de acordo com as necessidades atuais dentro da arquitetura.

casa-eugenia-joao-diniz7

casa-eugenia-joao-diniz6

Extraído da versão digital da Revista Casa Vogue / São Paulo – SP
http://casavogue.globo.com/Arquitetura/Casas/noticia/2016/11/casa-de-86-m-tem-arquitetura-inspirada-na-cultura-afro-brasileira-e-decoracao-rustica.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *