Breaking News

Católicos e Candomblecistas festejam Dia de Santa Bárbara em Salvador

Programação neste domingo (4) inclui alvorada, missa, procissão e shows.
No sincretismo religioso, Santa Bárbara é a orixá Iansã.

Do G1 BA

04/12/2016 06h00 – Atualizado em 04/12/2016 06h00

 

 

Dia de Santa Bárbara é celebrado enste domingo (Foto: Max Haack/Ag. Haack)
Dia de Santa Bárbara é celebrado enste domingo (Foto: Max Haack/Ag. Haack)

É celebrado neste domingo (4), no Centro Histórico de Salvador, o Dia de Santa Bárbara, que no sincretismo religioso é a orixá Iansã. Centenas de católicos e candomblecistas participam dos festejos religiosos e profanos, que ocorrem durante todo o dia.

As celebrações são abertas às 5h, com uma alvorada de fogos no Pelourinho. Às 8h é realizada uma missa campal, seguida de procissão pelas ruas do Centro Histórico. O tema deste ano do Dia de Santa Bárbara é “Santa Bárbara, espelho de obediência e fidelidade, ajudai-nos a sermos perseverantes na fé em Cristo, nosso Redentor”.

Após a procissão, começa a celebração profana. Os fiéis seguem para desfrutar do caruru oferecido no Mercado de Santa Bárbara e no Quartel do Corpo de Bombeiros, pontos do percurso. A festa prossegue com shows musicais em diversos pontos do Pelourinho, durante todo o dia. Entre as atrações, estão o grupo Vou com Fé: Samba de Oyá’ e os Ensaios dos Blocos Samba Fogueirão, e Jaké, na Praça Quincas Berro D’Água. Também vão marcar presença Samba Pretinho, Grupo Movimento e Samba de Verdade, na Praça Pedro Archanjo.

 

História
Reza a lenda que no final do século III, Santa Bárbara era uma bela jovem, filha de um rico e nobre morador de Nicomédia (atual Turquia), chamado Dióscoro. O pai teria aprisionado a filha em uma torre para protegê-la do assédio masculino até que atingisse a idade matrimonial. Quando isso aconteceu, Bárbara já estava convertida ao cristianismo e não aceitou casar-se e renegar a sua fé. Transtornado, Dióscoro degolou a filha em praça pública e, após matá-la, foi atingindo por um raio.

Já Iansã, também conhecida como Oyá, é tida como “Senhora dos Raios”. A poderosa Orixá africana também controla os ventos e as tempestades, além de ser bela e determinada. Muitos acreditam que Iansã era uma mulher-búfalo e que o capitão Ogum, enquanto caçava, ia matar o animal que virou uma encantadora mulher, por quem ele se apaixonou e casou. Outra versão para essa mesma estória diz que Iansã, já esposa de Ogum, teria feito uma fantasia de búfalo para fugir às escondidas, de vez em quando, e se encontrar com Xangô, por quem era apaixonada.

Santa Bárbara e Iansã têm como similaridades o que hoje é chamado de empoderamento feminino. Além de ambas as divindades serem representadas em imagem segurando uma espada.

Católicos e candomblecistas participam das celebrações(Foto: Max Haack/Ag. Haack)
Católicos e candomblecistas participam das
celebrações(Foto: Max Haack/Ag. Haack)

Trânsito
Para a Festa de Santa Bárbara, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) preparou um esquema especial de circulação e estacionamento no Centro Histórico, a fim de reduzir impactos no trânsito.

Haverá interdição do tráfego de veículos, das 7h às 16h, na Ladeira da Praça, entre a Rua José Gonçalves e a Av. José Joaquim Seabra. Os veículos com destino à Av. JJ Seabra terão como opção seguir pela Rua Miguel Calmon, Praça Riachuelo, Av. Jequitaia, Túnel Américo Simas, Av. Presidente Castelo Branco, Av. José Joaquim Seabra.

O tráfego será também interditado progressivamente, a partir das 8h, no Largo do Terreiro de Jesus, Praça da Sé, Rua da Misericórdia, Ladeira da Praça, Av. José Joaquim Seabra (Baixa dos Sapateiros), Rua Padre Agostinho (antiga Rua Baixa dos Sapateiros / Museu Casa do Benin) e no Largo do Pelourinho.

No período, somente veículos oficiais do Corpo de Bombeiros terão permissão para estacionar na Ladeira da Praça e na via que margeia a Praça dos Veteranos. O acesso de moradores está assegurado mediante comprovação de endereço.

PROGRAMAÇÃO

Atividade: Alvorada de fogos
Horário: 5 h
Local: Pelourinho

Atividade: Missa Campal
Horário: 8h
Local: Pelourinho

Atividade: Procissão
Horário: 10h
Local: Pelourinho

PROGRAMAÇÃO APOIADA – LARGOS DO PELOURINHO

Atividade: Clarins
Horário: 7h30
Local: Janelas do Centro de Cultura Populares e Identitárias (CCPI) – Casa 17 – Pelourinho

Atividade: Jorginho Commancheiro
Horário: 14h às 15h
Local: Largo do Pelourinho – Palco Principal

Atividade: Márcia Short
Horário: 15h30 às 17h
Local: Largo do Pelourinho – Palco Principal

Atividade: Didá Banda Feminina
Horário: 17h30 às 19h
Local: Largo do Pelourinho – Palco Principal

Atividade: Aloísio Menezes
Horário: 19h30 às 21h
Local: Largo do Pelourinho – Palco Principal

Atividade: Dia de Santa Bárbara com Samba do Pretinho, Grupo Movimento e Samba de Verdade
Horário: 14h às 22h – Acesso gratuito
Local: Largo Pedro Archanjo

Atividade: Samba da Vizinha
Horário: 15h às 21h – Acesso R$ 5,00
Local: Largo Tereza Batista

Atividade: “Vou com Fé: Samba de Oyá” com Samba Fogueirão e Jaké
Horário: 14h às 21h – Acesso gratuito
Local: Largo Quincas Berros D´Água

Centenas de fieis se reúnem todos os anos para celebrar do Dia de Santa Bárbara (Foto: Max Haack/Ag. Haack)
Centenas de fieis se reúnem todos os anos para celebrar do Dia de Santa Bárbara (Foto: Max Haack/Ag. Haack)

 

Extraído do portal G1 / Bahia
http://g1.globo.com/bahia/noticia/2016/12/catolicos-e-candomblecistas-festejam-dia-de-santa-barbara-em-salvador.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *