Breaking News

CEAP REALIZA O SEMINÁRIO DE HISTÓRIA, MEMÓRIA, CULTURA E DIREITOS DAS RELIGIÕES DE MATRIZES AFRICANAS E MERCADO DOS ILÊS

Texto: Yango ty Obaluaiyé (Agen Afro) / Fotos: Sérgio d´Giyan (Awùre)

28.11.2015 00:35

Através de um Projeto em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção de Igualdade Racial da Presidência da Republica, o CEAP- RJ, Centro de Articulação de Populações Marginalizadas do Rio de Janeiro, realizou neste ano de 2015 o Curso Candomblé, História, Memória e Sustentabilidade , direcionado a adeptos das Comunidades de Matrizes Africanas. O Curso é de Capacitação , e vem para potencializar ainda mais a eficiência do aprendizado. O treinamento ainda ofereceu aos participantes a oportunidade de exercitar a apresentação e a negociação de projetos com financiadores.
O Curso contou com palestras e seminários com experts e colocaram os participantes em contato direto com profissionais e empresários tomadores de decisão sobre patrocínios de projetos de forma que estes ficassem mais próximos da realidade de mercado, compreendendo os processos, as necessidades e as expectativas das entidades patrocinadoras.
O processo de planejamento e gerenciamento de projetos requereu competências técnicas na utilização de ferramentas de formatação, controle e apresentação, no caso, o uso e familiarização com as funcionalidades dos programas Word, Excel e PowerPoint. Entende-se que não há possibilidade de capacitação no gerenciamento sem que o participante domine o uso dessas ferramentas. Dessa forma, foi feita uma capacitação obrigatória de alinhamento sobre o uso das mesmas.
Considerando ainda o novo cenário da informação e seu consequente uso das mídias digitais e sociais, entendemos que a preparação desses participantes para sua correta utilização também se fez necessária.
O Curso teve a duração de 09 meses e finalizou com a realização neste fim de semana do Seminário História, Memória, Cultura e Direitos das Religiões de Matrizes Africanas e Mercado dos Ilês, com a parceria da SEPPIR- Brasilia, COMPPIRD- Duque de Caxias e o apoio da Faculdade Estácio de Sá e as Mídias Agen Afro e Jornal Awurê.
O Evento teve mão de obra dos próprios adeptos do Candomblé e da Umbanda, onde os cerimonialistas foram a Yalorixá Rita D Yansã do Asé Bangbosé e o Babalorixá Elias D Yansã do Asé Efon . Depois da abertura e das boas vindas, a primeira mesa discerniu sobre “Legados Históricos e Memória da Cultura das Religiões de Matrizes Africanas “ com os Palestrantes: Babalorixá Junior D Omolu ( Asé Bangbosé), Sra Mama Ladeji ( Asé Goméia) e o Arqueólogo Rodrigo Pereira ( PPGArq/LHER-RJ).
Algumas pontuações foram feitas durante o debate, assuntos como preconceito racial, intolerância religiosa e a falta de representatividade da Faculdade e ausência de alunos e professores foram ditos, já que o tema hoje é de preocupação nacional e de pertinência de todos ,promovendo o entendimento , fortalecendo as instituições e mantendo a primazia da Democracia Brasileira, além alertar as autoridades para o nível de preocupação dessas ações.
O primeiro dia foi finalizado com a apresentação do Afoxé Faramaya do Ylê Omon Oya Legy, casa da Yalorixa Palmyra D Yansã , e logo seguida um coffe break para os participantes e convidados foram servidos.
Todos foram embora com a expectativa de amanhã ser mais aproveitoso do que foi o primeiro dia….

DSCF7140 DSCF7139 DSCF7137 DSCF7134 DSCF7133 DSCF7130 DSCF7129 DSCF7127 DSCF7124 DSCF7121

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *