Breaking News

Celebração a Iemanjá será amanhã no busto de Tamandaré

07 de Dezembro de 2016

 

20161207063005Celebrada pela 52ª vez, a Festa de Iemanjá acontece amanhã, no Busto de Tamandaré, em João Pessoa, às 19h. O tradicionalismo das flores jogadas ao mar, a queima de fogos e uma programação durante todo o dia, irão marcar essa data. A comemoração tem uma representatividade significativa para todos os seguidores das religiões africanas.

A Federação dos Cultos Afro-Brasileiros da Paraíba (FCAB-PB) passa todo o ano na organização do evento. A Expectativa para 2016 é que mais de 100 mil pessoas participem das atividades. Na cultura iorubá, Iemanjá é uma divindade que vem da África, conta Mãe Penha. O orixá feminino, também conhecido no Brasil como “rainha do mar”, é um ícone das religiões candomblé e umbanda, além de outras crenças afro-brasileiras.

No sincretismo religioso, a “padroeira dos pescadores” é associada a outras Santas. Na Igreja Católica é simbolizada por Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora da Piedade e Virgem Maria. Em cada região do Brasil, Iemanjá é festejada em diferentes datas.

De acordo com o diretor da FCAB-PB, Elialdo Silva, a festa, que acontece há 52 anos, é um momento de tradição e desconstrução de toda a imagem negativa, imposta aos devotos. “A Festa de Iemanjá é um meio muito importante para representar a umbanda, é um dos únicos espaços que nós temos para manifestar a representatividade e cultuar a Deus. As pessoas que são adeptas de religiões com matriz africana sofrem muito preconceito, e o que causa a intolerância religiosa é a falta de informação. A gente pede paz para todos, tanto para quem crê, quanto para quem não crê”, conta Elialdo, ao lembrar que Iemanjá é considerada por eles como deusa do mar.

Redação com assessoria

 

Extraído do site de notícias PBAgora / João Pessoa – PB
https://www.pbagora.com.br/conteudo.php?id=20161207063005&cat=cultura&keys=celebracao-iemanja-sera-amanha-busto-tamandare

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *