Breaking News

Centro cultural de Bauru recebe exposição de arte afro-brasileira

Mostra reúne fotografias de diversos artistas.
Exposição estará aberta até 30 de janeiro com entrada gratuita.

Do G1 Bauru e Marília | 28/12/2014 17h40 – Atualizado em 28/12/2014 17h40

 

ile-aiye-tiagolima-
Mostra reúne fotografias de diversos artistas sobre a cultura negra (Foto: Thiago Lima/Divulgação)

A Galeria Municipal Angelina W. Messenberg recebe até 30 de janeiro a exposição itinerante “Foco Negro”, do Museu Afro Brasil, Instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em Bauru (SP). A entrada é gratuita.

A mostra revela a história afro-brasileira através de retratos de personalidades negras, desde o século XIX até os dias atuais. A exposição reúne 50 retratos produzidos por ícones da fotografia como Pierre Verger, Madalena Schwartz e Luiz Paulo Lima.

Entre os artistas e intelectuais negros estão o escritor Machado de Assis, os pintores Arthur e João Timótheo da Costa e Emmanuel Zamor, o psiquiatra Juliano Moreira, o engenheiro Teodoro Sampaio, a cantora Elza Soares, o sambista Paulinho da Viola, o geógrafo Milton Santos, as atrizes Zezé Mota e Ruth de Souza, o Rei do Futebol Pelé, entre outros. Há ainda instantes capturados pela lente de Adenor Gondim das integrantes da Irmandade da Boa Morte, de Cachoeira (BA), além de imagens de sambistas das escolas paulistas, realizadas por Wagner Celestino.

A exposição integra o “Projeto Itinerâncias”, do Sistema Estadual de Museus, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. Galeria Municipal Angelina W. Messenberg está localizada na Avenida Nações Unidas, 8-9, no piso superior do Teatro Municipal, no centro de Bauru. Mais informações podem ser conferidas pelo telefone (14) 3235-1088.

 

Extraído do Portal de Notícias G1/Marília e Bauru
http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2014/12/centro-cultural-de-bauru-recebe-exposicao-de-arte-afro-brasileira.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *