Breaking News

Centro espírita no Ibura passa por reformas para oferecer serviços à população

A partir de janeiro, espaço oferecerá cursos para jovens, assistência odontológica e abrigo para idosos

Publicado em 25/10/2015, às 08h00

 

Da Editoria de Cidades

 

Pai Toninho (no centro) está à frente do projeto e espera contar com parcerias Foto: Guga Matos/JC Imagem
Pai Toninho (no centro) está à frente do projeto e espera contar com parcerias
Foto: Guga Matos/JC Imagem

O babalorixá Pai Toninho de Xangô está retomando um sonho com o projeto de reabertura do Centro de Candomblé Santa Bárbara, na UR-1, Ibura, Zona Sul do Recife. O espaço, que passou dez anos fechado, oferecia serviços para a comunidade dos arredores e, neste momento, passa por reformas. Cerca de cinco mil famílias eram beneficiadas por mês com auxílio-alimentação e remédios, mas o trabalho foi interrompido com a morte da antiga administradora, Dona Toinha. Agora, sob nova direção, o plano é continuar atendendo o mesmo número de pessoas, mas ampliar os serviços, com oferta de cursos para jovens, assistência odontológica e até abrigo de idosos. Para manter os serviços, o religioso deseja firmar parcerias e receber apoio financeiro.

A reabertura está prevista para o dia 20 de dezembro. Há dois anos o prédio sofre intervenções, orçadas no valor de R$ 500 mil. Após a conclusão, oferecerá assistência odontológica, abrigo para cinco idosos (um de 80 anos já está lá), curso de cabeleireiro, música, informática, corte e costura e culinária. Além disso, há piscina para aulas de natação e hidroginástica. Cestas básicas também serão distribuídas. O barracão, como é conhecido o coração do centro espírita, foi recuperado e levará o nome de Eduardo Campos, em homenagem ao ex-governador morto em agosto do ano passado num acidente aéreo, em Santos (SP).

“A casa estava em péssimas condições, era de fazer chorar. Eu e Dona Toinha tínhamos muitas coisas em comum. A ajuda foi promovida pelo campo espiritual. Moro há 46 anos em São Paulo, mas sempre visitei minha terra natal, Recife. A intenção do projeto é envolver a comunidade e promover a transformação”, afirma Pai Toninho. Ele também mantém um centro semelhante em Barra Funda, na capital paulista, que atende 300 pessoas. Dez assistentes deste estado estão em Pernambuco para arrumar o espaço. “Em São Paulo, conto com a ajuda de empresários locais. Porém, aqui, ainda não consegui firmar parcerias. É primordial o apoio financeiro.”

O babalorixá ainda ressalta que a caridade é um dos símbolos do candomblé. Trazida da África pelos escravos, a religião sobreviveu por causa da união estabelecida entre os praticantes. “A caridade está em primeiro lugar para o candomblé. Desde os primórdios da religião no Brasil, os escravos se ajudavam entre si. O candomblé é um hospital, um lar. Infelizmente, ainda enfrentamos muito preconceito religioso”, relata.

Para o dia 20 de dezembro, está prevista uma grande festa, com coquetel e festa de candomblé. Empresários, políticos e a população local estão entre os convidados. Quem quiser firmar parceria com o centro pode ligar para o telefone (11) 99999-3582. Já os interessados em se cadastrar em algum curso podem obter mais informações pelo telefone (81) 3475-9214.

Galeria de Imagens:

Sociedade espírita Santa Bárbara, no Ibura, estava fechada há 10 anos Foto: Guga Matos/JC Imagem
Sociedade espírita Santa Bárbara, no Ibura, estava fechada há 10 anos Foto: Guga Matos/JC Imagem
Prédio está passando por reforma para oferecer serviços à população Foto: Guga Matos/JC Imagem
Prédio está passando por reforma para oferecer serviços à população Foto: Guga Matos/JC Imagem
Entre os serviços, estão curso de culinária e de corte e custura Foto: Guga Matos/JC Imagem
Entre os serviços, estão curso de culinária e de corte e custura Foto: Guga Matos/JC Imagem
Abrigo para idosos e aulas de natação e hidroginástica Foto: Guga Matos/JC Imagem
Abrigo para idosos e aulas de natação e hidroginástica Foto: Guga Matos/JC Imagem
A casa estava em péssimas condições após a morte de Dona Toinha, a dona Foto: Guga Matos/JC Imagem
A casa estava em péssimas condições após a morte de Dona Toinha, a dona Foto: Guga Matos/JC Imagem
Reforma foi promovida por Pai Toninho de Xangô Foto: Guga Matos/JC Imagem
Reforma foi promovida por Pai Toninho de Xangô Foto: Guga Matos/JC Imagem
Ele tem um centro semelhante em São Paulo e trouxe equipe para Recife Foto: Guga Matos/JC Imagem
Ele tem um centro semelhante em São Paulo e trouxe equipe para Recife Foto: Guga Matos/JC Imagem