CINEMA:  Documentário registra rotina de dez terreiros de candomblé

CINEMA: Documentário registra rotina de dez terreiros de candomblé

28 de setembro de 2016 0 Por Sérgio D`Giyan

 

Exibição é gratuita e os 150 ingressos serão distribuidos a partir das 17h

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)

27/09/2016 08:39:00

 

O documentário Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix, que será lançado hoje, às 18h, no Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha, registra a rotina religiosa de dez espaços localizados nas cidades do Recôncavo baiano. A exibição é gratuita e os 150 ingressos serão distribuídos a partir das 17h.

 

O terreiro de Ogodo Dey, em Cachoeira, é um dos dez pesquisados no documentário (Foto: Lazaro Menezes/Divulgação)

O terreiro de Ogodo Dey, em Cachoeira, é um dos dez pesquisados no documentário
(Foto: Lazaro Menezes/Divulgação)

 

Produzido pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), o filme de 52 minutos é fruto da pesquisa do órgão e já gerou um livro lançado no ano passado.  Participaram do estudo os terreiros Aganjú Didê, Viva Deus, Lobanekum, Lobanekum Filha, Ogodó Dey, Ilê Axé Itayle, Humpame Ayono Huntóloji e Dendezeiro Incossi Mukumbi, em Cachoeira, Raiz de Ayrá e Ilê Axé Ogunjá, em São Félix.

“Esses terreiros receberam uma proteção ainda inédita no Brasil que é o Registro Especial que contempla as condições simbólico-antropológicas dos terreiros e um ‘plano de salvaguarda’ com metas, objetivos, regras e ações de proteção a curto, médio e longo prazos”, explica João Carlos de Oliveira, diretor geral do Ipac.

 

Extraído do site do Jornal Correio 24 hs / Salvador – BA
http://www.correio24horas.com.br/single-noticias-cinema/noticia/documentario-registra-rotina-de-dez-terreiros-de-candomble/?cHash=aeb293cf5b94ecd2da495b696c8eac9f