Breaking News

Coletivo Iaoto lança site sobre a cultura do Candomblé

31/05/2017às 13:27

 

Da Redação

Com 10 anos de existência e sediado no município de Fundão, o coletivo Iaoto lançou recentemente um site para veicular conteúdos multimídia sobre os projetos desse coletivo cultural. O Iaoto é um ponto de memória que busca promover o reconhecimento dos saberes ancestrais vinculados às religiões de matriz africana, especialmente ao Candomblé.

O culto aos Orixás foi trazido pelos africanos escravizados e, aqui, transformou-se em uma das principais referências da tradição ancestral africana preservada até hoje, reunindo conhecimentos como o idioma (yorubá), memória gustativa (comidas), conhecimento botânico (uso medicinal e espiritual das plantas), danças, musicalidade, entre outros elementos da cultura africana. São esses e outros aspectos da cultura afro-brasileira presentes no Candomblé que poderão ser conhecidos e acessados no site do Iaoto.

Projeto Coração da Casa

Já está no site do Iaoto informações gerais sobre o projeto Coração da Casa, iniciativa que consistirá na construção de uma nova cozinha na Casa de Candomblé Ilè Asé Odé T’Ojú Omo – Casa do Caçador, em Praia Grande, no município de Fundão; na realização da Oficina de Comida de Santo da cozinha de Iansã, atividade prevista para o mês de julho em que será ensinado o modo de preparo do akará (acarajé); na exposição Coração da Casa, mostra que será aberta em setembro deste ano no Raiz Forte Espaço de Criação, no Centro de Vitória; e na  publicação de conteúdos sobre a culinária dos terreiros (textos, fotos, vídeos e depoimentos).

O projeto Coração da Casa conta com recursos do Fundo Estadual de Cultura do Espírito Santo, por meio do Edital nº 05/2016 – Seleção de Projetos Culturais e Concessão de Prêmio para Pontos de Memória.

Pontos de Memória são espaços que valorizam o protagonismo comunitário e concebem o museu como instrumento de mudança social e de desenvolvimento sustentável. Esses lugares promovem a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde estão inseridos, fortalecem as tradições locais e os laços de pertencimento, além de impulsionarem o turismo e a economia local.

 

Extraído do site do Jornal Século Diário / Vitória – ES
http://seculodiario.com.br/34321/17/coletivo-iaoto-lanca-site-sobre-a-cultura-do-candomble

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *