Breaking News

Consciência Negra: programação destaca cultura afro-brasileira

Mês de novembro terá programação cultural gratuita que discute igualdade racial e racismo

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

Em 20 de novembro é celebrado o Dia da Consciência Negra. Arte: Anizio Silva/Pref.Olinda/www.olinda.pe.gov.br
Em 20 de novembro é celebrado o Dia da Consciência Negra. Arte: Anizio Silva/Pref.Olinda/www.olinda.pe.gov.br

Novembro é o mês da Consciência Negra. Por isso, a subsecretaria de Igualdade Racial do Distrito Federal vai promover durante todo o mês uma série de atividades voltadas para a discussão da temática. Quem fala sobre a programação completa no Tarde Nacional é a coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, da Subsecretaria de Igualdade Racial do Distrito Federal, Janaína Bittencourt.

Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, será comemorado com a realização de palestras, oficinas de capacitações, espetáculos e desfiles até o dia 25. A proposta é dar destaque à cultura afrodescendente e promover a prevenção do racismo.

A coordenadora destaca o espetáculo Mosoró Dayó, apresentação do grupo artístico Obará, que vai ocorrer nos dias 22 e 23. Por meio de dança, teatro e cantos em iorubá, o show expressa a cultura afro-brasileira e discute a participação do negro na sociedade. Serão duas sessões, às 15 e às 20 horas, no Teatro Ulysses Guimarães (Setor de Grandes Áreas Sul, Quadra 913, Conjunto B). Entrada Franca.

Confira a agenda completa do evento no site da Secretaria Adjunta de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Ouça a entrevista completa no player acima.

Produtor

Denise Oliveira

Tarde Nacional – Brasília

Em 04/11/2016 – 12:21 | atualizado em 04/11/2016 – 16:17

 

Extraído do portal de notícias EBC / Brasília – DF
http://radios.ebc.com.br/tarde-nacional-brasilia/edicao/2016-11/mes-da-consciencia-negra-programacao-cultural-destaca-cultura

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *