Breaking News

Coro Luther King realiza concerto no Museu Afro Brasil

11 de junho de 2015 foto-coralO Coro Luther King apresenta o concerto "I Have a Dream" no Teatro Ruth de Souza, no próximo domingo (dia 14/6, às 16h). O concerto encerra o Fórum Coral de estudo de "Negro Spirituals" e homenageia o pastor batista Martin Luther King Jr (1929-68), um dos mais líderes da luta contra o racismo pelos direitos civis da população negra em todo o mundo. A direção artística é do Maestro Martinho Lutero Galati. O Museu Afro Brasil é parceiro na realização do evento que tem entrada gratuita e é aberta a todas as idades. Na década de 1970, o Coro Luther King foi o primeiro grupo coral a realizar um concerto completo de obras do gênero musical conhecido como "Negro Spiritual". A partir de então, este repertório único, envolvente e de sonoridade vocal arrebatadora, passou a integrar definitivamente o repertório musical de grande parte dos grupos corais do país. É a música dos escravos negros da América influenciada pela cultura protestante e representativa do sentimento do oprimido diante da perspectiva de salvação somente depois da morte. Neste ano o grupo comemora 45 anos de atividade. Foto: Luiz Casimiro      MUSEU AFRO BRASIL AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL | PARQUE IBIRAPUERA | PORTÃO 10 04094 050 | SÃO PAULO/SP | BRASIL | FONE 55 11 3320 8900   O horário de funcionamento é de terça a domingo das 10h às 17hs, com permanência até às 18h. Na última quinta-feira de cada mês, o horário de funcionamento será estendido até às 21hs.   O Museu está aberto o ano todo, com exceção das seguintes datas: 24 e 25 de dezembro 31 de dezembro 1º de janeiro Extraído do Portal do Museu Afro Brasil / São Paulo - SP http://www.museuafrobrasil.org.br/noticias/detalhe-noticia/2015/06/11/coro-luther-king-realiza-concerto-no-museu-afro-brasil  

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *