Breaking News

Cortejo Afro lança bloco em ensaio com Alinne Rosa, Ju Moraes e Anjos

Festa acontece no Largo Pedro Archanjo, Pelourinho, nesta segunda-feira.
Ensaio já é tradicional nos verões; grupo foi criado em 1998.

 

26/01/2015 14h51 – Atualizado em 26/01/2015 14h51

 

Cortejo AFro (Foto: Edgar de Souza/Divulgação)
Cortejo AFro (Foto: Edgar de Souza/Divulgação)

Ensaio tradicional do verão, o Cortejo Afro nesta segunda-feira (26) terá lançamento especial do bloco carnavalesco do grupo. A festa começa a partir das 21h, no Largo Pedro Archanjo, Centro Histórico, com participações de Alinne Rosa, Ju Moraes e Ludmillah Anjos.

Em 2015, o tema do bloco no carnaval é “Oyá Balé – A Dona da Porteira do Continente Africano – Uma homenagem a Mãe Santinha de Oyá”. O repertório tem músicas próprias do grupo como “Vou Sambar”, “Reze” e “Ageumbó”, além de releituras da música brasileira.

O cortejo foi criado em julho de 1998 no bairro do Pirajá, em Salvador. A origem parte do terreiro de candomblé Ilê Axé Oyá, inspirada pela Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, a Mãe Santinha. Já o bloco foi idealizado pelo artista plástico Alberto Pitta.

Serviço:
O quê: Lançamento do Bloco Cortejo Afro – Carnaval 2015
Quando: Segunda-feira, 26/01/2015.
Onde: Largo Pedro Archanjo – Pelourinho / Salvador – Bahia.
Horário: 21 horas.
Quanto:  R$20,00 (preço promocional). Ingressos à venda no local.
Realização: Entidade Cultural Cortejo Afro.
Patrocínio: Petrobras e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Apoio: Centro de Culturas Populares e Identitárias e Pelourinho Cultural.

 

Extraído do Portal de Notícias G1/Salvador-BA
http://g1.globo.com/bahia/verao/2015/noticia/2015/01/cortejo-afro-lanca-bloco-em-ensaio-com-alinne-rosa-ju-moraes-e-anjos.html

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *