Cosme e Damião são celebrados em datas diferentes por católicos e devotos de religiões afro-brasileiras

Cosme e Damião são celebrados em datas diferentes por católicos e devotos de religiões afro-brasileiras

28 de setembro de 2018 0 Por Sérgio D`Giyan

Igreja Católica venera os santos no dia 26 de setembro, já os devotos da Umbanda e Candomblé comemoram no dia 27

 

POR PEDRO ZUAZO

26/09/2018 9:39 / atualizado 26/09/2018 12:54

 

Fiéis participam de missa em honra a São Cosme e São Damião no Andaraí – Gabriel de Paiva / Agência O Globo

RIO – Cosme e Damião nasceram na cidade de Egeia, na Grécia, por volta de 260 d.C. Irmãos gêmeos de família nobre, ambos atuaram como médicos no Oriente Médio e ficaram conhecidos por tratar de doentes pobres sem cobrar pelas consultas. Morreram degolados, por volta do ano 300, vítimas de perseguição pelo imperador romano Deocleciano, que não aceitava a propagação da fé católica.

A canonização de São Cosme e São Damião aconteceu no ano de 630, por ordem do Papa Félix IV. Em honra aos mártires, foi construída em Roma a Basílica dos Santos Cosme e Damião, onde estão os restos mortais dos irmãos gêmeos. Também há relíquias dos santos distribuídas em outros templos romanos, além de igrejas e mosteiros da Alemanha. No Brasil, as igrejas de São Cosme e São Damião ficam lotadas de fiéis, que vão às missas pagar promessas e agradecer graças alcançadas por meio da fé nos santos padroeiros de crianças, médicos e farmacêuticos.

O dia de São Cosme e São Damião é celebrado em datas diferentes pelos católicos e por devotos de religiões afro-brasileiras. Os seguidores do Candomblé e da Umbanda festejam os santos gêmeos em 27 de setembro. Já a Igreja Católica comemora oficialmente no dia 26, porque o dia 27 é dedicado a São Vicente de Paulo, que morreu nesta data. No caso dos gêmeos, não se sabe com exatidão o dia de suas mortes. Já a Igreja Ortodoxa celebra a memória dos santos no mês de novembro.

Para o Candomblé e a Umbanda, Cosme e Damião são os orixás Ibejis, filhos gêmeos de Xangô e Iansã. Por serem relacionados com entidades infantis, os devotos das religiões de matriz africana têm o costume de distribuir doces nesta data, para agradar os pequenos. No Rio, a comemoração é feita com doces e brinquedos, enquanto na Bahia, além dos doces, são oferecidos caruru, vatapá e pipoca.

Na Igreja de São Cosme e São Damião, no Andaraí, na Zona Norte do Rio, haverá festa nos dois dias. Nesta quarta-feira, serão celebradas seis missas. As cerimônias acontecem às 6h, 8h, 10h, 12h, 17h e 19h. No dia 27, serão 11 celebrações: às 6h, 7h, 8h, 9h, 10h, 11h, 12h, 14h, 18h,19h e 20h. Às 16h haverá procissão solene e, às 21h, Adoração ao Santíssimo. A igreja fica na Rua Leopoldo, 434.

Extraído do site do Jornal O Globo / Rio de Janeiro – RJ
https://extra.globo.com/noticias/rio/sao-cosme-damiao-sao-celebrados-em-datas-diferentes-por-catolicos-devotos-de-religioes-afro-brasileiras-23103158.html#ixzz5SRAizzhu