Breaking News

Criadores apresentam trabalhos inovadores de vestuário e acessórios no Afro Fashion Day

Entre os estreantes no evento, que será realizado nos dias 19 e 20, no Pelourinho, estão nomes conhecidos como Black Atitude, Euzaria e Sonbrille

Midiã Noelle (redacao@correo24horas.com.br)

13/11/2016 08:47:00Atualizado em 13/11/2016 08:50:10

 

Criar um negócio e se lançar no mercado requer muita coragem e determinação. Manter o objetivo e transformar a criatividade em renda é ainda mais desafiador, sobretudo no ramo da moda, onde é preciso estar sempre atualizado. E a passarela do Afro Fashion Day, projeto idealizado pelo jornal CORREIO para marcar o Dia da Consciência Negra, é o lugar ideal para expor trabalhos inovadores. Por isso, 23 novas marcas de vestuário e acessórios integram a edição 2016.

Entre os estreantes no evento, que será realizado nos dias 19 e 20, no Pelourinho, estão nomes conhecidos como Black Atitude, Euzaria e Sonbrille, entre outras marcas de pessoas que decidiram transformar seus sonhos em empreendimentos. É o caso de Luana Bonfim, 33 anos, que deixou de trabalhar com desenho industrial no Polo Petroquímico para criar a Preta Brasil. “Há 11 anos tive de ‘meter a cara’ mesmo. Ninguém me apoiou, porque eu tinha um bom emprego e ganhava bem”, contou a artesã, que se mantém com as venda de bijuterias com inspirações africanas e indígenas.

Luana Bonfim abandonou  a profissão na área de Desenho Industrial  para se tornar empreendedora  (Foto: Angeluci Figueiredo/CORREIO)
Luana Bonfim abandonou a profissão na área de Desenho Industrial para se tornar empreendedora
(Foto: Angeluci Figueiredo/CORREIO)

Mas engana-se quem pensa que apenas o descontentamento com a profissão motiva a criação empreendedora. Paulo Barbosa, 30, da Closet Clothing, por exemplo, se inspirou no bisavô, um espanhol caixeiro-viajante que se apaixonou pelo município de Cachoeira, Recôncavo baiano, e por aqui ficou. “Tudo o que sei hoje não foi com curso. Foi aprendizado com os mais velhos”. Ele começou a multimarca como sacoleiro, em 2010, mas foi a partir da T-Shirt Oyá Por Nós, uma suplica a Iansã, que tornou-se conhecido. Atualmente, o forte da Closet, que exporta para   Miami e Califórnia, é a moda praia masculina.

Também integra o time do AFD, a collab Miranda Estúdio,  The Finds e Soul Dila, na exibição da linha Tiébélé, em referência à vila africana homônima, localizada em Burkina Faso, onde as mulheres pintam e fazem desenhos nas paredes das casas de barro. “Somos três marcas unidas para mostrar essa coleção com pegada street e que dialoga muito com a proposta do Afro”, disse Carolina Castro, 28, uma das criadoras da The Finds.

Além das marcas mencionadas, também são novidades: Adriana Meira Ateliê, Ateliê Casa Linda, Ateliê Cllaudia Soares, Boutique Negralá, Cabeça Feita Turbantes, Cabelo Em Pé, Cynd Biquínis, Ewa, inCID, Isaac Silva, Moda Criola, Moringa Label, Ope.Tropical, Sou Diva – Tá Bom Pra Você?, T Camisetaria, Tempt e Turbanque.

Marca de Paulo Barbosa é famosa pela moda praia masculina e as sungas irreverentes (Foto: Reprodução /Instagram)
Marca de Paulo Barbosa é famosa pela moda praia masculina e as sungas irreverentes (Foto: Reprodução /Instagram)

O evento, que promove o empoderamento negro a partir da música, de atividades de formação e da moda – o desfile coletivo na Praça da Cruz Caída terá 70  modelos e convidados -, terá ainda a exposição Visu no Pelô, com fotos de estilosos que circulam pelo Centro. A curadoria é de Paula Magalhães e Leo Amaral,  editora e produtor do caderno Bazar. As fotografias são de Angeluci Figueiredo.

O Afro Fashion Day é uma realização do CORREIO com patrocínio do Shopping da Bahia, HapVida e Faculdade da Cidade, apoio do Senac e da Eudora e apoio institucional da prefeitura de Salvador. Confira no Bazar de hoje mais detalhes sobre o que vai rolar.

Tiébélé: a coleção é inspirada em pinturas  africanas (Foto: Reprodução /Instagram)
Tiébélé: a coleção é inspirada em pinturas africanas (Foto: Reprodução /Instagram)

 

Extraído do site do jornal Correio 24 horas / Salvador – BA
http://www.correio24horas.com.br/single-bazar/noticia/criadores-apresentam-trabalhos-inovadores-de-vestuario-e-acessorios-no-afro-fashion-day/?cHash=0867b9abc4cb63498342b9c84ed48fe2

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *