Breaking News

Cultura afro-brasileira

logo dmDIÁRIO DA MANHÃ | Enviado em 11/09/2014 às 19h02

 

 

Hoje, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial (Seppir) realizam o I Seminário do Patrimônio Imaterial e Cultura Afro Brasileira – Congadas, Capoeira e Religiões de Matriz Africana. O evento contará com um conjunto de atividades visando a valorização da cultura afro-brasileira.

A Secretária Municipal de Políticas para Promoção da Igualdade Racial, Ana Rita Marcelo de Castro e a Superintendente do Iphan em Goiás, Salma Saadi farão as solenidades de abertura e a apresentação de um acordo de cooperação técnica entre as duas entidades. Este acordo vem ao encontro das políticas de preservação da cultura afro estabelecidas em todo o Brasil e cujas ações encontram, agora, suas devidas formalizações em Goiânia por meio da parceria entre Iphan e Seppir.

O seminário recebe ainda a diretora do Departamento do Patrimônio Imaterial do Iphan, Célia Maria Corsino, que realizará uma palestra sobre a importância da preservação e da valorização do patrimônio imaterial. Os participantes do evento também terão a oportunidade de assistir a algumas apresentações culturais sobre a temática afro, programadas especialmente para o evento.

O I Seminário do Patrimônio Imaterial e Cultura Afro Brasileira será aberto a toda a comunidade interessada e se realizará na sede do Iphan em Goiás.

SERVIÇO

O quê: Seminário do Patrimônio Imaterial e Cultura Afro Brasileira – Congadas, Capoeira e Religiões de Matriz Africana

Quando: Hoje, às 19h

Onde: Superintendência do Iphan Goiás

Rua 84, n. 61 Setor Sul

 

 

Extraído do site Diário da Manhã

http://www.dm.com.br/texto/190458-cultura-afro-brasileira

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *