Breaking News

Da abolição até hoje: Museu Afro Brasil recebe três exposições

Com visitação até julho, mostras envolvem escravidão, artes afro-brasileiras e objetos populares da história de São Paulo

Por Da Redação

20 maio 2017, 06h01

 

As três exposições estarão abertas até julho no Museu Afro Brasil (Leonardo Dias e Alexandre de Medeiros/Divulgação)

Museu Afro Brasil está com três novas exposições, que ficarão em cartaz até julho. É a primeira vez que Emanoel Araújo, fundador, diretor e curador do museu, participará como escultor de uma mostra de sua própria curadoria. Conheça um pouco de uma das três: 

Geometria Afro-Brasileira e Africana

A exposição conta com mais de 200 obras de artistas como Rubem Valentim, Almir Mavignier e Owusu-Ankomah, ganense conhecido em toda a Europa, que já realizou uma exposição no Museu Afro Brasil, a Africa Africans, em 2015.

A arte africana se identifica com a geometria, não da maneira cartesiana como se dá no Ocidente eurocêntrico e, muito menos, como escola ou linguagem. Ela está presente em variadas manifestações artísticas, desenhadas nas máscaras, nos corpos escarificados, nos tecidos Kubas do Congo ou nos tecidos de Gana, como nas finas cascas de árvores dos Bambuti do Congo.

Obra Parede, de Rommulo Vieira Conceição (Rommulo Vieira Conceição/Divulgação)

 

Extraído do site da Revista Veja / São Paulo – SP
http://veja.abril.com.br/blog/veja-recomenda/da-abolicao-ate-hoje-museu-afro-brasil-recebe-tres-exposicoes/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *