Breaking News

Deputada Martha Rocha recebe diretores da ANMA para discutir audiência pública contra “gladiadores do altar”

Sérgio d´Giyan | 17.04.2015 08h16

 

A Deputada Estadual pelo PSD e Presidente da Comissão de Segurança e Assuntos de Polícia da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), Martha Rocha, ex-chefe de polícia civil, recebeu a diretoria da ANMA – Associação Nacional de Mídia Afro para acatar ao requerimento para a realização de audiência pública a fim de discutir a criação do grupo denominado pela IURD – Igreja Universal do Reino de Deus, de “gladiadores do altar” e a intolerância religiosa.

Martha Rocha garantiu que esse documento daria subsídios para a discussão sobre intolerância religiosa que será programada para breve em conjunto com a secretaria de direitos humanos.

Tal requerimento e a manifestação do interesse em provocar uma audiência pública para discutir esse tema tomou força com a divulgação de vídeos na internet em que mostrava um grupamento uniformizado gritando palavras de ordem dentro das instalações da Igreja Universal. Há relatos que esse grupo já tem sua formação definida em diversos estados da federação.

Segundo representantes da IURD esse grupo foi formado com o intuito de formar jovens para levar a palavra de Deus aos seus fiéis. Sabe-se que muitos adeptos dessa seita tem caráter de violência contra diversos grupos religiosos, principalmente os católicos e os seguidores das religiões de matriz africana.

Estiveram presentes ao encontro os diretores Márcio de Jagun, presidente; Renato de Obaluaiyé, vice-presidente; Sérgio d´Giyan, diretor financeiro e Ignez Teixeira, diretora cultural.

Recentemente, a ANMA protagonizou uma discussão envolvendo um juiz federal que declarou em sua decisão judicial que a Umbanda e o Candomblé não poderiam ser consideradas religiões pela ausência de um livro que norteie seus ritos e dogmas.

A ANMA foi criada em agosto de 2012 e é uma iniciativa das entidades que lutam pela preservação, manutenção e disseminação da cultura afro-brasileira, cuja diretoria é composta pelas seguintes organizações de mídia afro: CIAFRO, IRMAFRO, CEAP, Instituto Ori, Jornal Awùre e Revista Identidade Negra.

Mais informações no site www.anma.org.br

Fotos: Sérgio d´Giyan

DSCF6366 DSCF6367 DSCF6368

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *