Breaking News

Dia de Iemanjá tem estátua mais uma vez vandalizada em Natal

Monumento, que fica na praia do Meio, tem busco e pescoço danificados.
Polícia não sabe se imagem foi apedrejada ou alvo de tiros.

Do G1 RN | 02/02/2015 10h03 – Atualizado em 02/02/2015 10h03

 

Polícia não sabe se a estátua de Iemanjá foi apedrejada ou alvo de tiros (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Polícia não sabe se a estátua de Iemanjá foi apedrejada ou alvo de tiros (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Nesta segunda-feira, dia 2 de fevereiro, comemora-se o Dia de Iemanjá, orixá considerada pela umbanda a divindade do mar. Em Natal, a estátua fica na praia do Meio, Zona Leste da cidade. E, mais uma vez, ela foi alvo de vandalismo. A imagem foi danificada no pescoço e parte do busto. A polícia, no entanto, ainda não sabe se o monumento foi apedrejado ou alvo de tiros.

 

“A gente vê a questão do preconceito como uma fobia”, desabafa Cláudio Macário, representante da Comissão dos Terreiros de Umbanda e Candomblé de Natal.

Feita de concreto e ferro, a estátua tem 15 anos e é mantida pela Federação de Umbanda e Candomblé do Rio Grande do Norte. Ao longo deste período, o monumento  já foi alvo de vandalismo várias vezes. Em março do ano passado, a estátua teve parte do braço esquerdo destruído. Já em janeiro de 2012, na véspera do Dia de Iemanjá, a imagem teve as duas mãos arrancadas.

 

Extraído do Portal de Notícias G1/Natal-RN
http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2015/02/dia-de-iemanja-tem-estatua-mais-uma-vez-vandalizada-em-natal.html

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *