Breaking News

Dia Internacional da Mulher será celebrado no dia 08 em restaurante na Praça da Bandeira

No próximo dia 08 de Março, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher, o Dida Bar e Restaurante, que fica na Praça da Bandeira, recebe o Sarau da Vá, por Vanessa Pereira, às 19h.   “Celebrar o feminino é celebrar a existência”, afirma a poeta.  
Vanessa Pereira
O Sarau da Vá, ou “SaraVá”, como é conhecido, tem a proposta de desmitificar o fazer poético ao público. Para Vanessa, “o poeta é a ponte entre a sensação e a realidade. A poesia não tem que ser difícil e sim libertadora. A ideia é trocar experiências e interagir com o público”. O Dida Bar e Restaurante, além de uma gastronomia que vem ganhando destaque entre os grandes restaurantes do Rio de Janeiro, vêm sendo reconhecido por incentivar a cultura afra brasileira, com rodas de samba, saraus, festivais, entre outros. “Valorizar as mulheres coloca em destaque a ascensão da figura feminina na sociedade. Há tempos, a mulher que era dona-de- casa deixou de desempenhar somente esta função. Hoje, ela ocupa cargos, antes dominados pelo homem com destaque.” Afirma Dida Nascimento. O Sarau, acontece pela primeira vez na Tijuca, mas já acontece há dois anos no Imperator, no Méier. Uma breve descrição da Poeta sobre ela mesma. Nascida e criada no Méier, 32 anos, Poeta, mãe, preta, faladora do cotidiano, observadora da vida, autora do livro Abstrato “   SERVIÇO: Dida Bar e Restaurante Rua Barão de Iguatemi, 408 / Praça da Bandeira Telefone: 2504 0841 Aberto: terça e quarta: das 16h até 0h / quinta, sexta e sábado: das 12h até 0h e domingo: das 12h até 20h Horário Sarau: 19h Formas de Pagamento: Cartões de débito: Visa e Mastercard Cartão de Credito: Visa e Mastercard / Ticket Restaurante / Sodexo / Alelo Capacidade: 40 lugares Credito foto: Divulgação -- Fonte: ASCOM Bia Saldanha Sócia Diretora Bi & Ro Assessoria de Comunicação
Telefone: 21 2508 6245
Celular: 21 98107 1450
Endereço: Av. Rio Branco, 120 / Sala 608 Centro - RJ
 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *