Breaking News

DIG prende dois comparsas do pai de santo acusado de homicídio

Polícia

Leon Botão | Região – 26/02/2016-11:58:13 Atualizado em 26/02/2016-11:58:31

 

 

Arquivo | TODODIA Imagem Policiais da DIG de Americana efetuaram as duas prisões
Arquivo | TODODIA Imagem
Policiais da DIG de Americana efetuaram as duas prisões

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana prendeu na manhã desta sexta-feira (26) dois homens acusados de ser comparsas do pai de santo Fábio Fernandes Costa, 39, preso no início do mês acusado de matar o sogro. O trio é suspeito de ter cometido dois latrocínios, em Sumaré e Hortolândia, e um sequestro, em 2013 e 2014. Eles tiveram a prisão temporária pelo sequestro decretada e a polícia pediu a prisão temporária pelas mortes.

Conforme informações da Polícia Civil, N.S.S.A., 24, foi preso em Campinas, em um curso de vigilância, e o porteiro S.R.I. foi preso em casa. Eles serão ouvidos pelo delegado Antonio Donizete Braga, da DIG. Ambos foram reconhecidos por fotos pela vítima do sequestro, a vendedora de joias M.A.Z., que passou uma noite sob a mira dos bandidos até conseguir fugir de manhã após um descuido dos suspeitos.

PAI DE SANTO 

Mulher, filha e genro foram presos no dia 11 deste mês, em Santa Bárbara d’Oeste, acusados de tramar e executar a morte do motorista Claudionor Batista, desaparecido desde junho de 2012. A polícia suspeita que, pela forma com que o corpo foi encontrado, amarrado, amordaçado e carbonizado, possa ter sido usado em ritual de magia negra. O genro, Fábio Fernandes Costa, é suspeito de ter participado da morte das duas mulheres, com auxílio dos dois homens presos nesta sexta. As vítimas foram encontradas nas mesmas circunstâncias.

 

Extraído do site do Jornal Todo Dia / Campinas – SP
http://local.tododia.uol.com.br/_conteudo/2016/02/policia/103602-dig-prende-dois-comparsas-do-pai-de-santo-acusado-de-homicidio.php

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *