Breaking News

Documentário Águas de Oxalá Caminhos de Transformação é lançado

Divulgação

15/03/2017 07:13

 

Na próxima terça-feira (21), o Núcleo de Cultura Afro Brasileira Iyá Ogun-té (Casa de Iemanjá Templo dos Orixás) convida a todos para o Lançamento do Documentário: Águas de Oxalá Caminhos de Transformação e Exposição Fotográfica: “Didára Omi Oxalá” A Beleza das Águas de Oxalá, no Centro Cultural Arte Pajuçara a partir das 20 horas. O Evento é Gratuito e a Classificação Etária é Livre.

As Águas de Oxalá também conhecida como Lavagem do Bonfim, cerimônia ancestral que usa a água como elemento transformador para a renovação das energias acontece há 17 anos sempre no segundo domingo de janeiro com uma caminhada dizendo não a Intolerância Religiosa, uma ação consolidada que promove a visibilidade das comunidades tradicionais. O cortejo tem a participação efetiva de diversas casas de axé da capital e do interior com caravanas de diversos municípios do Estado.

A ideia de produzir o documentário surgiu com o objetivo de manter o registro de ações imateriais das Comunidades Tradicionais de Matriz Africana em Alagoas. O registro possibilita apresentar as transformações provocadas pela ação tradicional e como estes atores sociais, líderes de comunidades de axé, atuam para buscar visibilidade e combater os preconceitos.

O roteiro toma como base em 3 eixos: as ações tradicionais dos saberes e fazeres, as ações políticas e de articulação e as ações sociais, apresentando os envolvidos como agentes ativos, que atuam de forma protagonistas nas construção de uma sociedade igualitária.

Keyler Simões, jornalista e produtor cultural divide a direção com o gestor cultural Amaurício de Jesus e Célio Rodrigues, historiador e Babalorixá.

O DVD é resultado do edital nacional prêmio Culturas Afro Brasileira realizado pela Fundação Cultural Palmares – MINC em 2014, sua distribuição será gratuita.

A Exposição “Didára Omi Oxalá” A Beleza das Águas de Oxalá é resultado da parceria constituída entre as comunidades tradicionais e fotógrafos da cidade de Maceió que se inclinam para registros da temática negra, capturando momentos únicos vividos durante o cortejo cultural da Lavagem do Bonfim. Os nove fotógrafos envolvidos utilizam a abertura de suas lentes para captar a singularidades em 27 fotografias. Após o lançamento do documentário a proposta é levar a exposição aos espaços públicos de convívio dos olhares. Os Fotógrafos são: Jorge Vieira, Alberto Lima, Alexandre Carvalho, Arthur Celso, Cláudia Leite, Luna Gavazza, Thiago Sobral, Wagner Mendes e Cristiano Kriko.

Realizador Núcleo de Cultura Afro Brasileira Iyá Ogun-té (Casa de Iemanjá Templo dos Orixás), Apoio Cultural: Rede Alagoana de Comunidades Tradicionais, Prefeitura de Maceió através da Fundação Municipal de Ação Cultural – FMAC, Centro Cultural Arte Pajuçara e Assessoria de Comunicação de Keka Rabelo.

Sinceros agradecimentos aos nossos Ancestrais, a cada Religioso (a), a cada Produtor (a), a cada Fotógrafo (a), a cada Artista e a todos os Coletivos.
Modupé, Motumbá, Mokuiú, a Bença, Kolofé…

Mais Informações https://www.facebook.com/CasaDeIemanja/?fref=ts

SERVIÇO:
Lançamento do Documentário:
Águas de Oxalá Caminhos de Transformação
Exposição Fotográfica “Didára Omi Oxalá”

Data: 21 de Março
Hora: 20 horas
Local: Centro Cultural Arte Pajuçara – Maceió.
Mais Informações: 55 82 99632 6584 (Tim)/ 98849 20865 (Oi)

Fonte: Assessoria

 

Extraído do site do Jornal Alagoas 24 Horas / Maceió – AL
http://www.alagoas24horas.com.br/1043670/documentario-aguas-de-oxala-caminhos-de-transformacao-e-lancado/

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *