Breaking News

Duque de Caxias promove 1º Fórum Contra Intolerância Religiosa

 

Qui, 18 de Setembro de 2014 11:16

 

Juntos de mãos dadas contra Intolerância Religiosa” será o tema do 1º Fórum Contra Intolerância Religiosa de Duque de Caxias.

Organizado pela Coordenadoria Municipal de Políticas de Promoção de Igualdade Racial e Direitos Humanos, Individuais, Coletivos e Difusos – LGBT (COMPPIRD), da secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, será realizado neste sábado (20/9), no auditório Wilson Chagas de Araújo, na Unigranrio.

Com o objetivo de promover no município os pilares democráticos do direto, a conferência tem como propostas apresentar e legitimar a Comissão Contra Intolerância Religiosa, sensibilizar os servidores e gestores púbicos sobre o tema, propor um Plano Municipal de Ações e Metas para o Enfrentamento da Intolerância e a inclusão da Caminhada contra a Intolerância Religiosa – no dia 23 de novembro – no calendário da cidade.

A Constituição Federal assegura “a inviolabilidade, a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias”, conforme também previsto na Declaração Universal dos Direitos Humanos que “toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião”.

Tendo isso em vista, a secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, através do COMPPIRD, desenvolve um trabalho voltado para a promoção de políticas públicas de enfrentamento e combate à violência e à discriminação por cor/raça, credo para diversos grupos etnicoraciais, afrodescendentes, indígenas, quilombolas, ciganos, população LGBT e para os diversos grupos religiosos, em especial os de matriz africana.

Programação

8h30 – Credenciamento das Instituições e Ouvintes

9h às 9h30 – Abertura

9h30 às 10h – Apresentação da Comissão Contra Intolerância Religiosa

10h às 10h50 – 1ª Mesa – Tema: Estado Laico? Onde o Estado atua? Quais as suas ações?

11h às 11h30 – Perguntas e Respostas

11h30 às 12h – 2ª Mesa – Tema: Lei 10.639, Ações e Experiências da Sociedade Civil

13h30 às 14h10 – 3ª Mesa – Tema: Origem e Preconceito dos Segmentos Religiosos

14h30 às 16 – Grupos de Trabalhos

16h – Encerramento (Grupos Culturais: Ojuobá Axé, Ilê Axé Gmi D’oxum, Coral e apresentação dos evangélicos)

 

foto01(7460)

 

Extraído do site Diário Democrático

http://diariodemocratico.com.br/cidades/1/11564

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *