Breaking News
Editor

escolhida_sergio (3)

  Comecei minhas atividades de Relações Públicas na Estação Terrena de Comunicações por Satélites de Tanguá, da Embratel, em 1979, onde prestava o atendimento a grupos escolares, militares e diversas outras entidades de classes que visitavam o local, além de outras solenidades, como inaugurações de novas antenas parabólicas, receptivo às autoridades civis e militares. Em 1986, ingressei no Departamento de Comunicação Social da Embratel, participando de diversas solenidades junto à diretoria da empresa, tais como: assinaturas de contrato, entrevistas coletivas com a imprensa, recepção a autoridades e empresários nacionais e internacionais, onde cuidava de todo o atendimento às delegações estrangeiras, dentre elas: a delegação chinesa com os presidentes das empresas de telecomunicações e correios; a de Angola com o Ministro das Comunicações e Transportes e sua comitiva composta por presidentes das empresas de telecomunicações, correios e transportes; a de Moçambique; do Zimbabwe com a Ministra das Comunicações daquele país e outras. Na área de feiras & exposições, coordenei e planejei a participação da empresa, delineando sua forma e estratégia em eventos nacionais, como: Comdex, Fispal, Fenal, Expocomm Brasil, Fenasoft, Coninfo, Exponet, ABRAS, ABAV, Flumisul, SET e ABTA, entre outras. Em 94, no Congresso da ABAV, fomos premiados com o troféu “Prêmio Criatividade”, pelo estande mais criativo e popular do evento. Atuei e coordenei a presença da empresa em eventos internacionais, tais como: a Copa América, realizada no Uruguai e, no ano de 1995, em Buenos Aires, a Expocomm Argentina '95. Participei das duas comissões nacionais que organizou a visita do Papa João Paulo ao Brasil. De 2002 a 2004, acompanhei o grupo de técnicos da Embratel às reuniões do Grupo Intelsat, em Washington D.C. – EUA. Integrante da Comissão Organizadora do Prêmio Imprensa Embratel desde a criação da premiação em 1999 até hoje. Eventos de lançamentos de serviços, confraternizações de final de ano, ações de marketing de relacionamento junto aos clientes e diversos públicos de interesse da Empresa, destacando: o Hospitality Center da Embratel no carnaval carioca, camarote no Rodeio de Jaguariúna, workshop com diretores de engenharia das principais emissoras de TV, em São Roque-SP, e coquetel com clientes da empresa em diversos espetáculos teatrais e de dança, como o MOMIX, no Teatro Municipal. Na área de Publicidade, coordenei as atividades promocionais e de merchandising dos produtos: Livre, BRASILDIRETO, cartão Pré-Pago, e programei diversas ações de abordagem para a inclusão do código 21 nas agendas de aparelhos celulares, além de blitz em diversos estados para promover ligações a cobrar via DDD e DDI.   Tenho experiência em diversas disciplinas como: Marketing, Planejamento, Merchandising, Marketing Esportivo, Marketing e Publicidade de Varejo, Marketing e Propaganda Política, Técnica de Organização de Eventos, Ética e Legislação em Publicidade.   Em 2004, eu e mais cinco jovens atores de teatro criam a Marfim Produções Artísticas & Eventos com a finalidade de captar recursos corporativos para a produção de peças teatrais. Em 2006, com a dissolução da sociedade, a Marfim toma outro rumo e assume sua principal característica – a produção de eventos. Atualmente, além de editar o portal Awùre, faço parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. Na religião: Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelas mãos do Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na extinta T.E.Nanã Buruquê. Deu a sua obrigação de camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo assim, neto da  Iyálorixá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho, em Miguel Couto, RJ. Ao se deparar com as injustiças e os abusos cometidos pelos adeptos das seitas neo-prostestantes que atacavam as casas de asé, decide militar em defesa da religião e cultura afro-brasileira, ingressando nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), na época dirigido por Jairo de Osogiyan. Em 2013, juntamente com alguns representantes da religião funda a ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro, onde é o Diretor Cultural e de Comunicação. É o editor do Jornal Awùre.