Ele voltou! Urubu doido retorna a prédio onde atacou piloto de avião

Ele voltou! Urubu doido retorna a prédio onde atacou piloto de avião

26 de agosto de 2017 0 Por Sérgio D`Giyan

(Argemiro Garcia)

Pelo menos duas aves são capturadas por semana em áreas residenciais de Salvador

Tailane Muniz

23.08.2017, 15:10:00

Atualizado: 23.08.2017, 17:50:30

 

Quase uma semana após invadir o apartamento do piloto de avião Matheus Guerra, 26 anos, e o atacar com uma bicada no braço, o urubu nervosinho voltou a dar o ar da graça no Condomínio Residencial Iguatemi, bairro do Caminho das Árvores, em Salvador.

Ele foi visto com outros dois “colegas” tomando sol, na manhã desta terça-feira (20), no terraço do edifício Porto Sol, onde Matheus mora.

“A vizinha ligou avisando. Desci pro playground e quando olhei para cima, lá estava o casal tomando sol no telhado, tranquilamente. O casal e um amigo”, conta o piloto.

Embora pareça curioso, a visita dos abutres às residências em Salvador é mais comum do que se imagina. De acordo com o Grupamento Especial de Patrulhamento Ambiental (Gepa), da Guarda Municipal, pelo menos dois urubus são capturados por semana em áreas residenciais da cidade.

A presença constante das aves foi notada também em alguns bairros do Centro Histórico, segundo o coordenador do Gepa, Robson Pires.

Matheus viu três urubus tomando sol no terraço: um dos animais tem uma ‘rixa’ com ele (Foto: Marina Silva/CORREIO)

E isso acontece porque, de acordo com o Gepa, as pessoas têm descartado lixo em locais impróprios – o que favorece o aparecimento não só de urubus, como de insetos, roedores, aves de rapina e pombos. O órgão responsável pela captura dos bichos informou, ainda, que eles são uma ameaça à saúde pública.

O ninho
Matheus afirma que existe um ninho dentro da casa de máquinas, onde funcionam os controles dos elevadores do prédio. Isso porque o compartimento está localizado no terraço do edifício. E também porque – após passar horas pesquisando sobre os urubus – o piloto descobriu que as criaturas buscam lugares inacessíveis para criar a prole.

“Não dá pra ver, mas existe o ninho lá, com certeza. Eles ficam muito perto. Eu já até falei com a administração do condomínio. Assim que eles aparecerem novamente, chamamos a guarda”, avisou.

Consulta espiritual
A presença dos bichinhos, porém, não incomodou o piloto e instrutor de aviação porque, conforme Matheus, após consulta com seu pai de santo, ficou claro de que não se trata de nada paranormal – como ele chegou a cogitar.

“O jogo [de búzios] confirmou se tratar de apenas um comportamento animal. Nada de outro plano, seja negativo ou positivo. Além do mais, na China isso significa prosperidade; no Brasil, também”, comemora Matheus.

O agora quase especialista em urubus avalia que pode haver, ainda, a possibilidade de comidas estragadas expostas na vizinhança terem atraído os animais para mais perto. “É coerente, porque eles precisam comer muito para se reproduzir, especialmente a fêmea e os filhotes”.

O Gepa alerta que, no caso de visita do imponente bichinho, as pessoas não devem cogitar entrar em luta corporal, como fez Matheus ao tentar conter a fúria do urubu, ou mesmo tentar capturar a ave. 

Segundo o coordenador do Gepa, Robson Pires, a ação poderia colocar em risco a vida do animal – o que é crime -, ou a sua própria. Ele informou que os animais saudáveis são conduzidos por uma equipe especializada a locais distantes de áreas residenciais.

A qualquer sinal do urubu, as pessoas devem, portanto, comunicar o fato aos guardas civis por meio do telefone (71) 3202-5313. 

Matheus fotografou visitante em sua mais recente aparição (Foto: Matheus Guerra)

 

Extraído do site do Correio 24hs / Salvador – BA
http://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ele-voltou-urubu-doido-retorna-a-predio-onde-atacou-piloto-de-aviao/