Breaking News

Em vídeo, Fifa censura e apaga mensagem religiosa em faixa de Neymar; assista

Publicado em 16/01/2016, 16:06 /Atualizado em 16/01/2016, 16:14ESPN.com.br com agência Gazeta Press

Compartilhar ‘Em vídeo, Fifa censura e apaga mensagem religiosa em faixa de Neymar; assista’Compartilhar ‘Em vídeo, Fifa censura e apaga mensagem religiosa em faixa de Neymar; assista’Compartilhar ‘Em vídeo, Fifa censura e apaga mensagem religiosa em faixa de Neymar; assista’

622_19f9a401-a7da-306d-922e-f0fde55f1773

O vídeo divulgado pela Fifa para apresentar o atacante Neymar como um dos concorrentes ao troféu Bola de Ouro tem causado polêmica entre grupos de torcedores. A entidade máxima do futebol alterou as imagens da premiação dada ao Barcelona e apagou a mensagem de cunho religioso da faixa que o brasileiro utilizou ao erguer o troféu do campeonato.

Segundo a Fifa, a decisão foi tomada para “não ofender a sensibilidade” das pessoas que não compartilham a mesma religião do jogador.

Após a vitória por 3 a 1 sobre a Juventus, na final da Liga dos Campeões, Neymar colocou na cabeça uma faixa com os dizeres “100% Jesus”. À época, meios de comunicação estrangeiros e nacionais criticaram o jogador pela atitude. O jornal francês Le Figaro chegou a reproduzir comentários de leitores que acusavam Neymar de fazer proselitismo religioso e tentar “impor” as suas crenças às outras pessoas.
A Fifa impede que jogadores de futebol façam qualquer manifestação política ou religiosa durante as partidas. A faixa, utilizada por Neymar desde o início de sua carreira, foi vetada pelo Santos nas comemorações dos títulos que o atacante conquistou pelo clube praiano.

No último troféu erguido por Neymar, no Mundial de Clubes, o atleta optou por utilizar um acessório com a marca da fornecedora de material esportivo que patrocina sua carreira.

Segundo o jornal Mundo Deportivo, torcedores organizaram um abaixo-assinado para cobrar da Fifa um pedido de desculpas. “A liberdade religiosa é um direito garantido na Declaração Universal de Direitos Humanos da ONU e a Fifa, como um organismo internacional, deve reconhecê-la e respeitá-la”, diz o texto de apresentação da campanha.

A cerimônia do troféu Bola de Ouro ocorreu no último dia 11, na capital suíça de Zurique, e teve o argentino Lionel Messi como vencedor do prêmio de melhor jogador do mundo. Neymar, que ficou em terceiro lugar na principal votação da noite, foi um dos eleitos para a seleção do ano.

Daniel Alves, Marcelo e Thiago Silva foram os outros brasileiros escolhidos para o time de estrelas da última temporada. O também brasileiro Wendell Lira, hoje no Vila Nova-GO, ganhou o Prêmio Puskas de gol mais bonito do ano.

ASSISTA:

 

Extraído do site do canal espotivo de TV ESPN
http://espn.uol.com.br/noticia/570738_em-video-fifa-censura-e-apaga-mensagem-religiosa-em-faixa-de-neymar-assista