Breaking News

Encontro marca o Dia Estadual dos Cultos Afro-religiosos

Raízes

05/05/2016 – 20:53 –

 

Diário do Amapá

1202f68f4497f5f0ebc352e231a214f6_XL

Acontece nesta sexta-feira, 6, o encontro de representantes de religiões de matriz africana no Palácio do Setentrião, sede do Governo do Estado. A programação, prevista para iniciar às 14h, marca o Dia Estadual dos Cultos Afro-religiosos, comemorado no dia 8 de maio (domingo).

Além do encontro, haverá ainda programação com palestras, debates e ações de combate à intolerância religiosa e ao preconceito racial. A comemoração da data segue até 9 de maio (segunda-feira), sob coordenação da Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro), em parceria com entidades de estado, culturais e religiosas.

“Uma das ações dentro dessa agenda será uma audiência do segmento afrodescendente com o governador Waldez Góes para falar sobre a criação da Delegacia Especializada em Repreensão a Crimes de Racismo e Intolerância no Amapá”, destaca a secretária da Seafro, Núbia Souza.

Ainda na tarde de sexta-feira, às 16h, acontece a cerimônia de entrega do Selo de Promoção da Igualdade Racial, que será concedido a 36 pessoas e entidades que promovem políticas de promoção da igualdade racial no Amapá. Para as 17h está marcada uma caminhada para o segmento de matriz africana, saindo do Palácio do Governo até o Trapiche Eliezer Levy, na orla de Macapá, onde será recebida com troar dos tambores.

– See more at: http://diariodoamapa.com.br/cadernos/editorias-ii/nota-10/item/11826-encontro-marca-o-dia-estadual-dos-cultos-afro-religiosos#sthash.xqPsYJGo.dpuf

 

Extraído da versão digital do Jornal Diário do Amapá / Macapa – AP
http://diariodoamapa.com.br/cadernos/editorias-ii/nota-10/item/11826-encontro-marca-o-dia-estadual-dos-cultos-afro-religiosos

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *