Breaking News

Entenda, Holiday: crítica à religião é parte da democracia

 

setembro 17, 2017

 

Coordenador do MBL

Fernando Holiday (foto), coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre),  afirmou em um vídeo haver grupos de gays que, segundo ele, têm “como principal causa” o ataque à religião.

“[O objetivo] é o ataque a toda e qualquer religiosidade, em especial ao cristianismo”, disse Holiday, que também é vereador de São Paulo pelo DEM.

Holiday gravou o vídeo para reforçar o apoio do MBL ao fechamento em Porto Alegre de uma exposição de arte que abordava a temática LGBT e acusada de promover a zoofilia e a pedofilia.

Recadinho para o Holiday: todos podem criticar a religião — o cristianismo, islamismo, etc., o que inclui as crenças de matriz africana.

Pode-se e deve-se criticar também o ateísmo.

Isto se chama “liberdade de expressão”, Holiday.

Tudo, absolutamente tudo pode ser criticado. Inclusive quem critica.

É assim que funciona a democracia, que, para ser verdadeira, tem de ser laica.

Holiday, o que não pode é destruir templos e ameaçar a integridade física de religiosos, como ocorre no Rio, onde traficantes, a mando de lideranças evangélicas, disseminaram o terror nos terreiros de candomblé e umbanda. 

E o nome disso, Holiday, é “crime”, sobre o qual se espera uma manifestação do MBL, já que esse movimento, de político liberal, está se tornando religioso.

Com informação de vídeo de Holiday.

 

Extraído do blog do jornalista Paulo Lopes
http://www.paulopes.com.br/2017/09/entenda-holiday-critica-a-religiao-eh-democracia.html#.WcE3ZsiGPIV

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *