Breaking News

Entidades de direitos humanos promovem seminário em Duque de Caxias

CEAP e Secretaria de Direitos Humanos de Duque de Caxias, realizam Seminário História, Memória, Cultura e Direitos das Religiões de Matrizes Africanas

Dias: 27 e 28 de novembro

 

O Centro de Articulação de Populações Marginalizadas – CEAP, realiza grande encontro para finalização do Curso Candomblé, História, Memória e Sustentabilidade, de capacitação em elaboração de projetos sociais, destinado a membros de religiões de matrizes africanas, com apoio da SEPPIR.

Acontece no auditório da Universidade Estácio de Sá, de Duque de Caxias. Com direito a stands de produtos produzidos pelos terreiros, barracas de alimentos, na Praça do Ajeun Sagrado. Além de exposição de ações sociais e projetos desenvolvidos pelos terreiros e apresentações de grupos culturais afro descendentes ou de religiões de matrizes africanas.

Programação – Dia 27 (sexta) de novembro

Apresentação dos objetivos e programação do seminário, com Tania Jandira, do Ceap – das 18h15 às 18h25.

Apresentação Cultural, com Toques de Nações, pelos Ogãs Eduardo Vianna, Sergio Gonçalves de Lima, Agnaldo, Valter Macumba e Asógun Marcio Nascimento, das 18h25hs às 18h40.

Mesa com o tema: Legados históricos e a memória da cultura das religiões de matrizes africanas; com os palestrantes: Pai Junior de Omolu (Asè Bangbosè), Rodrigo Pereira (PPGArq/LHER) e Mama Ladejí (Asé Goméia); tendo como mediadora Tania Jandira (Ceap), das 18h40  às 20h40.

Apresentação cultural do Afoxé Faraymará do Ylê Omon Oyá Legy, das 20h40 às 21h.

Destaque para o Mercado dos ilês, stands com produtos e comidas sagradas, das 16h às 21h.

Programação – Dia 28 (sábado) de novembro

Café da manhã e boas vindas, com Pai Yango de Obaluaiê (Ceap), das 10h às 10h25.

Mesa Redonda, com o tema: Patrimônio Imaterial e políticas públicas: perspectivas de sustentabilidade para instituições religiosas de matriz africana e afro-brasileira; com os palestrantes: Dra. Nilma Lino Gomes (Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos),  Dra.Cida Abreu ( Fundação Cultural Palmares), Dra. Jurema Machado (Presidente do IPHAN), Dr. Juca Ferreira ( Ministério da Cultura), Dra. Maria Ribeiro (superintendente de Igualdade Racial, RJ); tendo como mediador: Semog (Ceap), das 10h30 às 12h30.

Entrega dos certificados de conclusão do curso, das 12h30 às 13h30. Na sequência, apresentação de ações sociais / culturais e projetos de Terreiros e Desfile de trajes rituais e étnicos.

Mesa Redonda, com o tema: Ifá, cultura da Nigéria – Candomblé Keto-Brasil; com os palestrantes: Babalaô Jokotoye Bankole e o Babalalô Ivanir dos Santos; tendo como mediador Pai Yango de Obaluaiyê (Ceap), das 14h30 às 16h.

Apresentação do Bloco de Afoxé Ilê Ala Casa de Oxalá e Oxum, das 16h às 16h30. Logo em seguida, das 16h30 ás 18h – Mesa Redonda, com o tema: Respeito às Religiões de Matrizes Africanas. Questão em debate. Com os palestrantes: Babalaô Ivanir dos Santos e a Yalorixá Maria de Xangô (Asé Pantanal), com mediadora Tania Jandira (Ceap).

Fechando o evento com o Grupo Afro Lemi Ayô, às 18h.

O Mercado dos ilês – funcionará das 10h às 18h30, com stands com produtos e comidas sagradas, vale conferir.

Dias: 

27 (sexta) de novembro, das 18h ás 21h30 e 28 (sábado), das 10h às 18h30

Universidade Estácio de Sá – Auditório

Rua Major Correia de Melo, 86 – Jardim 25 de Agosto, em Duque de Caxias.

Entrada Franca

IMG-20151118-WA0012

Rozangela Silva
Sócia Diretora
Bi & Ro Assessoria de Comunicação
Telefone: 21 2508 6245 / 21 3026 7242
Celular: 21 99998 1802
Endereço: Av. Rio Branco, 120 / Sala 628 Centro – RJ

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *