Breaking News

ERARIR comemora quatro anos de atividade com palestra internacional no Largo de São Francisco

Texto: Sérgio d´Giyan

26.04.2017 12:32

 

A Coordenadoria de Experiências Religiosas Tradicionais Africanas, Afro-brasileiras, Racismo e Intolerância Religiosa – ERARIR, promove, às 18h, do próximo dia 04 de maio, no IFCS – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, a conferência internacional “Desafios do Culto de Ifá na modernidade e Orisás na globalização”.

Babalawo Ivanir dos Santos

Os babalawos Ivanir dos Santos e Kólá Abímbolá serão os palestrantes do evento. Já conhecido da maioria dos adeptos das religiões de matriz africana, Ivanir, além de babalawo é o coordenador do ERARIR e pesquisador do Laboratório de História das Experiências Religiosas (LHER-UFRJ). É também vice-presidente da América Latina no Conselho Internacional das Sociedades de Antigas Religiões de Descendentes de Africanos (ARSADIC – ANCIENT RELIGIOUS SOCIETIES OF AFRICAN DESCENDANTS’ INTERNATIONAL COUNCIL), Nigéria.

Babalawo Kolá Abímbolá

 

O Babalawo Kólá Abímbolá, nigeriano, é professor de Filosofia na Howard University, de Washington D.C. / USA. Foi iniciado no culto a Ifá por babalawos respeitados na Nigéria, Wándé Abímbolá e Adéboíyè Ifátóògùn.

 

A conferência tem a parceria da CEPLIR – Centro de Promoção da Liberdade Religiosa & Direitos Humanos e realizada pelo LHER/UFRJ e CEAP-RJ – Centro de Articulação das Populações Marginalizadas  e do próprio ERARIR.

 

SERVIÇO:

Evento: Conferência Internacional Desafios do Culto de Ifá na Modernidade e Orisás na Globalização

Palestrantes: Babalawo Ivanir dos Santos e Babalawo Kólá Abímbolá

Local: Salão Nobre do IFCS – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais

Endereço: Largo de São Francisco de Paula, 1 – Centro – RJ

Horário: 18h

Entrada: gratuita

 

About The Author

Sérgio Carvalho se iniciou na Umbanda, pelo Babalorixá Arnaldo de Omulu (in memorian), na T.E.Nanã Buruquê, realizando sua camarinha em dezembro de 1995. Em 2001, se iniciou no Candomblé pelas mãos do Babalorixá Jô d´Osogiyan, no Asé Omin Oiyn Ilè, sendo neto de Iyá Nitinha d´Osun (in memorian), do Asé Engenho Velho - Miguel Couto - RJ. Militante em prol da defesa da religião afro-brasileira, ingressou nas fileiras do extinto IPELCY (Instituto de Pesquisas e Estudo da Língua e Cultura Yorubá), dirigido por Jairo d´Osogiyan. Exerce o cargo de Diretor de Cultura e Comunicação da ANMA - Associação Nacional de Mídia Afro. É proprietário da agência Marfim Assessoria & Eventos. Faz parte da equipe de duas das maiores premiações do jornalismo brasileiro, o Embratel e o Petrobras. É editor responsável pelo jornal web Awùre – http://www.awure.jor.br – veículo que aglutina os momentos mais importantes da cultura e religiosidade afro-brasileira.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *