Breaking News

Escola e comunidade de Castelo lançam mapeamento para preservação da memória afro-brasileira

A publicação será distribuída em todas as escolas do município

Educação e cultura – 02/06/2016 às 10h12

 

caseloafro3-300x250eEscola e comunidade de Castelo do Piauí se uniram na luta pela preservação da memória afro-brasileira. Através da pesquisa e do registro destas manifestações culturais foi produzido um mapeamento intitulado “O Resgate das Manifestações da Cultura Afro-brasileira do município de Castelo do Piauí”. O projeto foi desenvolvido na Unidade Escolar Vereador Waldermar Salles, localizada no bairro Rffsa, através do Programa Mais Cultura nas Escolas, uma ação do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação. O lançamento da publicação aconteceu na última terça-feira (31/05) em espaço de eventos da cidade.

A Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí tem tratado com grande importância a cultura em toda a cidade. Prova disso, foi a adesão ao Programa Mais Cultura nas Escolas, do Ministério da Cultura em parceria com o Ministério da Educação (MEC). Por meio desta iniciativa, a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) somou forças ao Instituto Humberto Lima e oportunizou crianças e educadores vivências que articularam leitura, discussão, pesquisa e produção escrita, favorecendo a expansão do conhecimento da cultura afro-brasileira para além dos muros da escola.

O mapeamento é um material rico de pesquisa, servindo não apenas para Castelo do Piauí, mas para todo o estado. Nele é possível encontrar as diversas festas e celebrações que possuem influências africanas e que se fazem presentes no município; viajar pelos mitos e contos de escravos que viveram no período colonial; conhecer a luta e resistência do povo africano na Vila Marvão e ainda conhecer a história de centros religiosos de matrizes africanas que até os dias de hoje permanecem vivos no município.

A secretária municipal de Educação, Amparo Maia, comemorou a finalização do mapeamento e ressalta que mais duas escolas municipais foram contempladas com o Mais Cultura nas Escolas: a Unidade Escolar Abílio Pedreiras Velho Filho (localidade Pedreiras) e a Unidade Escolar Mateus Pereira da Silva (localidade São Mateus), onde outas expressões culturais brasileiras foram intensamente trabalhadas.

“É bonito ver esse trabalho concluído brilhantemente. Os alunos fizeram o resgate de uma cultura que estava adormecida no município e que permitiu que eles revivescem a história de seus descendentes”, frisou Amparo Maia.

Foram envolvidos na pesquisa cerca de 240 alunos, do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Para a direção da U.E. Ver. Waldermar Salles, “O Resgate das Manifestações da Cultura Afro-brasileira do município de Castelo do Piauí” veio a dialogar com toda a comunidade.

“Foi um projeto que contou com a participação não só de nossos alunos e professores. A comunidade esteve envolvida. Além disso, o mapeamento casa com a proposta pedagógica da escola e possibilitou que a cultura afro-brasileira fosse tratada de forma mais ampla”, destacou a diretora da escola Gildete Soares.

Para vice-presidente do Instituto Humberto Lima, entidade que deu apoio à publicação do mapeamento, Raimunda Melo, o município de Castelo do Piauí sai mais uma vez na frente por ser sensível à importância de valorizar o conhecimento através da documentação.

“O tema é muito importante, pois faz parte da cultura de todos nós, da nossa vida e da nossa história. O primeiro passo foi valorizar o conhecimento e entender que uma construção coletiva dos alunos e professores deve ser documentada. O município está de parabéns e esperamos que outras iniciativas como esta aconteçam”, reiterou Raimunda Melo.

A publicação lançada no dia 31 de maio será distribuída em todas as escolas de Castelo do Piauí.

Sobre o Programa Mais Cultura nas Escolas
O Programa consiste em uma iniciativa interministerial, firmada entre os Ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC), com a finalidade de fomentar ações que promovam o encontro entre o projeto pedagógico de escolas públicas contempladas com os Programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador e experiências culturais em curso nas comunidades locais e nos múltiplos territórios.

Com o Programa, a cultura é incorporada como vetor importante para o desenvolvimento do país, incluindo-a na agenda social – com status de política estratégica de estado para atuar na redução da pobreza e da desigualdade social.

O município de Castelo do Piauí aderiu a esta iniciativa por entender que o reconhecimento da cultura é uma necessidade básica e de direito de todos, tanto quanto a alimentação, a saúde, a moradia, a educação e o voto.

capa-da-publicacao

equipe-de-professoras-da-unidade-escolar-ver-waldemar-salles diretora-gildete-soares-faz-entrega-a-vice-presidente-do-iinstituto-humberto-lima-raimunda-melo diretora-faz-entrega-ao-prefeito-de-castelo-jose-maia

Fonte: Com informações da Ascom

Extraído do blog de notícias 180 graus / Teresina – PI
http://180graus.com/piaui/escola-e-comunidade-de-castelo-lancam-mapeamento-para-preservacao-da-memoria-afrobrasileira